Volume de leite adquirido pelos laticínios aumenta 2,1% em 2020
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Responsável por empregar milhões de pessoas, a produção de leite tem grande importância não só na pecuária, mas em todo o agronegócio brasileiro. De acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2020, o volume de leite adquirido pelos laticínios cresceu 2,1% em relação a 2019, atingindo a marca de 25,5 bilhões de litros.

A pecuária de leite é uma atividade rural muito difundida no país, já que produz um alimento que fornece proteínas e minerais essenciais à promoção do crescimento e a manutenção da vida. Para facilitar o seu desenvolvimento, os Cartórios oferecem diversas facilidade aos pecuaristas, facilitando o acesso do criador aos créditos rurais por meio do registro de garantias para operações de crédito como a Cédula de Produto Rural (CPR) e a Cédula Imobiliária Rural (CIR), garantindo a segurança jurídica tanto do credor quanto do devedor.

As garantias reais que envolvem penhor e hipoteca são exigidas pelos agropecuaristas nas operações de crédito bancário e crédito mercantil e precisam ser registradas no Cartório de Registro de Imóveis para validade legal da garantia real concedida. Já nos Cartórios de Registro de Títulos e Documentos (RTD), todos os direitos reais de garantias sobre bens móveis, penhor de direitos e de títulos de crédito, assim como garantias pessoais constituídas por cédulas de crédito são registrados.

Os Cartórios de Notas também prestam atendimento fundamental para a pecuária. As serventias agilizam a compra e venda de pastos para a criação de gado, por meio do reconhecimento de firma, entre outros benefícios.

De acordo com a presidente da Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso (Anoreg-MT), Velenice Dias, os cartórios realizam todo o processo de registros e garantias imobiliárias e da produção de leite que abastece diversas cidades. “Os pecuaristas precisam dos cartórios para conseguir verba para a reforma de pastos, adquirir terras, destocar terras para formação de pastos, entre outras atividades”, explica.

Sobre a Anoreg/MT

A Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (ANOREG/MT) congrega os 243 Cartórios distribuídos em todos os municípios do Estado. A entidade reúne cartórios de cinco especialidades: Registro Civil das Pessoas Naturais, Registro de Títulos e Documentos e Pessoas Jurídicas, Tabelionato de Notas, Tabelionato de Protesto e Registro de Imóveis.

As principais funções relacionadas aos Cartórios extrajudiciais são a garantia de fé pública, autenticidade, publicidade, segurança e eficácia a todos os atos jurídicos pessoais, patrimoniais e negociais da população brasileira, contribuindo para prevenir litígios e desburocratizar os serviços ao cidadão.

Aumento acumulado nos últimos 12 meses atingiu 39,72%, aponta a Embrapa

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER