Atualmente, o Ceará produz, em média, 1.500 litros por vaca/ano.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Extração de leite em Quixada pela Fatec. Foto: Governo do Estado do Ceará.

O Ceará quer aumentar a produção de leite de leite através do plano de desenvolvimento da agropecuária cearense, denominado Sementes do Futuro, iniciativa desenvolvida pela Federação da Agricultura do Estado do Ceará (Faec), em parceira com a SEDET e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Segundo o o presidente da Faec, Amílcar Silveira, a meta é alcançar 2 bilhões de litros leite em 2022. No ano passado, o Estado produziu 1 bilhão de litros de leite de vaca e para ele “essa produção é muito pequena diante do potencial do setor”.

De acordo com o coordenador do projeto Sementes do Futuro, Carlos Matos, a profissionalização da pecuária cearense é o primeiro passo para ampliar a produção leiteira.

“Para acelerar o processo de capacitação, a Betânia celebrará parceria com a Federação para melhorar a qualidade do leite”, afirma Carlos Matos.

Atualmente, o Ceará produz, em média, 1.500 litros por vaca/ano. “Com o mesmo plantel leiteiro que temos hoje, poderemos produzir o dobro do leite que estamos a  produzir agora”, avalia Carlos Matos. Um Núcleo Estratégico de Desenvolvimento Setorial (Neds) será criado para a cadeia produtiva do leite, segundo o coordenador do Projeto.

Carbono zero
Um dos primeiros encaminhamentos do Projeto será a transformação do setor pecuário para a linha de carbono zero. “Vamos dobrar a produção de leite, usando apenas a metade do rebanho que utilizaríamos se não houvesse o comprometimento com a sustentabilidade ambiental”, explica o coordenador do Sementes do Futuro. O aumento da renda do produtor a partir da profissionalização do setor também está na pauta do Projeto.

Não é apenas a entressafra que explica a inflação dos lácteos no Brasil.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER