Criadores de gado, produtores de leite de ovelha e cabra protestaram em frente do Palácio Presidencial em Chipre.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Durante o protesto desta quarta-feira, os manifestantes derramaram leite e incendiaram fardos de feno, enquanto alertaram para o facto que, devido aos grandes aumentos nos preços em rações para animais, combustível, electricidade e fertilizantes será apenas uma questão de dias até que encerrem as explorações.

A implementação imediata da Denominação de Origem Protegida (DOP) no queijo tradicional cipriota Halloumi estava entre as exigências dos manifestantes.

A manifestação ocorreu um dia depois de o ministro da Agricultura, Costas Kadis, reconhecer que estes estão “numa situação muito difícil”, dado que o leite é vendido por um, valor inferior ao custo de produção.

Os manifestantes reclamaram também contra a falta de fiscalização na produção do queijo onde, de forma ilegal, chega a ser usado leite em pó.

Fonterra diz que o acordo de livre comércio permite pequenas bolsas de acesso. Os fabricantes de queijo não estão satisfeitos que o uso do nome Feta seja perdido.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER