O Conselho Monetário Nacional (CMN) deve votar nesta quinta-feira (25) medida de apoio ao setor de leite. Foi o que disse o secretário de Política Agrícola do Ministério da Economia, Rogério Boueri, durante reunião, nessa terça-feira (23)
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

O Conselho Monetário Nacional (CMN) deve votar nesta quinta-feira (25) medida de apoio ao setor de leite. Foi o que disse o secretário de Política Agrícola do Ministério da Economia, Rogério Boueri, durante reunião, nessa terça-feira (23), com o deputado Heitor Schuch (PSB/RS) e o vice-presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag-RS), Eugênio Zanetti. No entanto, Boueri não adiantou qual o teor da medida que será apreciada pelo CMN, visando atenuar a crise enfrentada pela cadeia leiteira em consequência dos altos custos de produção e da queda do preço do produto ao produtor.

Em nota, o deputado Schuch informou apenas que o secretário de Política Agrícola do Ministério da Economia se comprometeu em encaminhar ao CMN medida para apoiar os produtores de leite. O vice-presidente da Fetag-RS acrescentou: “A medida para os produtores de leite é outra questão urgente, que deverá ser anunciada ainda esta semana.”

A base produtora da cadeia leiteira, parlamentares que atuam em defesa da agropecuária e entidades representativas do setor rural, como Abraleite e a Fetag-RS, entre outras, defendem alguma medida para conter as importações de lácteos, especialmente as do Mercosul, que estão causando desequilíbrios no mercado interno.

Além disso, a base produtora quer ainda a redução de impostos sobre insumos e equipamentos e outras medidas para estabelecer uma política sustentável, com renda justa para os pecuaristas, visando frear o crescente abandono da atividade leiteira.

Nesta semana, a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) também propôs a prorrogação do pagamento dos financiamentos destinados à produção de leite e a criação de uma linha de crédito para aquisição de insumos, por meio dos Fundos Constitucionais de Financiamento do Norte, do Nordeste e do Centro-Oeste.

Caso seja criada, a linha de crédito não contemplará os produtores das regiões Sul e Sudeste, onde estão RS, SC, PR, SP e MG, que, junto com a Bahia e Goiás, são os principais estados produtores de leite.

 

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER