Combate às importações predatórias de Leite em pó – eDairyNews Últimas notícias
Brasil |16 noviembre, 2018

Leite em po | Combate às importações predatórias de Leite em pó

ABRALEITE começou no dia 13 de novembro a movimentar Brasília para combater as importações predatórias de leite em pó do Uruguai

Nessa terça-feira dia 13 de novembro de 2018 a ABRALEITE começou a movimentar Brasília, no sentido de combater as importações predatórias de leite do Uruguai, que voltaram acontecer nos últimos dias, conforme informado pela Secex, que divulgou em 07/11 os dados da balança comercial láctea do Brasil para o mês de outubro, evidenciando um movimento de forte alta nas importações.

As importações de Leite em pó equivaleram ao volume total importado de 155,6 milhões de litros, que foi 69% superior ao registrado em setembro, e 115% maior em relação a outubro de 2017.

Já as exportações recuaram 37%, de 14,7 milhões de litros em setembro para 9,3 milhões de outubro. Este movimento trouxe o déficit da balança comercial para o maior nível desde outubro de 2016, em -146 milhões de litros.

O presidente da ABRALEITE, Geraldo Borges, esteve no Congresso onde levou a notícia do problema para o presidente da Subcomissão do Leite da Câmara dos Deputados, deputado Domingos Sávio, que gravou este áudio seguido de outros parlamentares, que também gravaram áudios, como o deputado federal por Santa Catarina, Celso Maldaner.

O presidente da ABRALEITE também esteve com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, levando o problema a esse Ministério pedindo ajuda para que interceda junto ao governo federal e órgãos ligados ao assunto, como o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços-MDIC.

No mesmo dia o presidente da ABRALEITE esteve com a presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária-FPA, deputada Tereza Cristina (ministra da agricultura recém-nomeada do novo governo) e dentro dos assuntos tratados, pediu ajuda para solução em barrar estas importações predatórias de leite em pó para o nosso país, que há anos acontecem e assolam a cadeia produtiva leiteira nacional.

Algumas ações serão implementadas nos próximos dias. Além de procurar a Casa Civil, deverão ser feitas inclusive audiências públicas na Câmara e no Senado, contando com atuação da Subcomissão de Leite, da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural-CAPADR e da Frente Parlamentar da Agropecuária-FPA, foram todas acionadas pela ABRALEITE.

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas