O mercado do leite spot e as futuras ações da Comissão Técnica de Pecuária de Leite do Sistema Faemg Senar foram tema da 9ª reunião do grupo na manhã desta terça-feira (25/10).
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
leite
Comissão Técnica discute leite spot

O CEO da MilkPoint, Marcelo Pereira de Carvalho, foi o convidado especial do encontro, acompanhado de Valter Galan, do MilkPoint Mercado. Marcelo explicou o que é e como funciona o mercado e a precificação do leite spot, que é o leite fresco a granel comprado e vendido entre empresas e cooperativas, com negociações a cada 15 dias.

A reunião seguiu com a avaliação sobre a situação do mercado de leite e a precificação nas regiões dos integrantes da comissão, além da apresentação dos pontos prioritários de atuação da comissão no próximo ano. Essas ações foram identificadas a partir do diagnóstico da pecuária de leite, desenvolvida por meio do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG).

De acordo com o presidente da comissão, Jonadan Ma, que conduziu a reunião, a atividade leiteira é complexa, e o trabalho da Comissão de Pecuária de Leite do Sistema Faemg Senar com o ATeG Balde Cheio é de vanguarda e exemplo para o Brasil.

“A comissão atua para vencer os desafios da atividade e, para isso, é necessário que haja diálogo e equilíbrio do produtor ao consumidor, passando pela indústria, atacado e varejo. Por isso, foi importante essa discussão sobre o leite spot, que tem sido muito questionado pelos produtores. A reunião foi muito esclarecedora sobre o assunto”, explicou.

Desenvolvimento

O vice-presidente de Finanças do Sistema Faemg Senar, Renato Laguardia, e o vice de Secretaria, Ebinho Bernardes, acompanharam o encontro.

“Essas discussões nos ajudam a entender melhor os desafios da cadeia. Trabalhamos para o engrandecimento do Sistema e do produtor rural. Com o Programa ATeG Balde Cheio, por exemplo, o produtor de leite pode se aperfeiçoar, tornando-se um verdadeiro empresário”, afirmou Laguardia.

“Esse debate é importante para esclarecer questões e orientarmos melhor o produtor rural, que confia no trabalho desta comissão, para que ele possa crescer na atividade e conquistar resultados”, disse Ebinho.

Também participaram do encontro a assessora econômica do Sistema Faemg Senar, Aline Veloso, e a analista de Agronegócio Mariana Mendes.

Ano de 2021 terminou com dificuldades para os laticínios, mas cenário piorou durante 2º semestre de 2022.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER