A pesquisa mensal do Centro de Estudos Avançados em Economia da Esalq/USP mostrou que o preço do leite captado em maio e pago aos produtores em junho registou forte alta de 8% na “Média Brasil” líquida, indo para R$ 2,201/litro.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

INDICAÇÃO GEOGRÁFICA VINHO

Vinhos produzidos em Santa Catarina recebem registro de Indicação Geográfica. A IG Santa Catarina é a 8ª registrada para vinhos brasileiros. As uvas cultivadas em áreas de altitude superior a 850m permanecem adormecidas pelas baixas temperaturas. Esse fator é essencial para a maturação completa das uvas viníferas utilizadas para produzir os chamados vinhos de altitude da região.

A partir de agora, a Indicação Geográfica “Santa Catarina” poderá ser utilizada para indicar a procedência de vinhos finos, nobres, licorosos, além de espumante natural, vinho moscatel espumante e brandy produzidos na região.

Os vinhos catarinenses correspondem à produção de uvas da espécie Vitis vinifera de 29 municípios, equivalentes a 20% do território do estado. Santa Catarina reúne 527 vinhedos de altitude somando 269,3 hectares.

 

PREÇO LEITE

A pesquisa mensal do Centro de Estudos Avançados em Economia da Esalq/USP mostrou que o preço do leite captado em maio e pago aos produtores em junho registou forte alta de 8% na “Média Brasil” líquida, indo para R$ 2,201/litro. Esse valor de junho ficou 34,9% acima do registrado no mesmo período do ano passado, em termos reais, e é um recorde para o mês, considerando-se a série histórica. No primeiro semestre deste ano, o preço médio do leite recebido por produtores, de R$ 2,05/litro, supera em 33,6% o do mesmo período de 2020.

Vinhos produzidos em Santa Catarina recebem registro de Indicação Geográfica
Foto: Bem Paraná

EXPORTAÇÕES FRANGO

Os exportadores brasileiros devem ser beneficiados pela abertura de uma nova cota de 30 mil toneladas para importação de carne de frango de nações exportadoras da América do Norte. Destaque para o México.

A cota (com isenção de tarifas de importação) é válida para diversos cortes com ossos e desossados de carne de frango (como peito, coxa e sobrecoxa, asas e outros).

Atualmente, mesmo com a aplicação de tarifas de 75%, o mercado mexicano é um importante destino do produto brasileiro, dado as condições específicas de mercado no México neste ano de 2021. De acordo com levantamentos da Associação de proteína animal, entre janeiro e maio, o país importou 38,3 mil toneladas – volume expressivamente maior que o efetivado no mesmo período de 2020, quando foram embarcadas 2,3 mil toneladas.

 

EXPORTAÇÕES SP

O agronegócio paulista apresentou aumento nas exportações (+9,4%), alcançando US$ 7,42 bilhões, e queda nas importações (-0,5%), totalizando US$ 1,89 bilhão; com esses resultados, obteve-se um superávit de US$ 5,53 bilhões, montante 13,3% superior ao mesmo período de 2020.

Os principais grupos nas exportações do agronegócio paulista foram: Complexo Sucroalcooleiro (US$ 2,31 bilhões, sendo que, desse total, o açúcar representou 87,9% e o álcool, 12,1%), Complexo Soja (US$ 1,35 bilhão) e Carnes (US$ 917,38 milhões, dos quais a carne bovina respondeu por 86,7%).

Desses grupos, o Sucroalcooleiro é o que apresenta a maior participação (31,6%) nas exportações paulistas.

O agronegócio paulista apresentou aumento nas exportações (+9,4%), alcançando US$ 7,42 bilhões
Foto: Comex do Brasil

PREÇO LARANJA

Apesar de julho geralmente registrar menor preço para a laranja pera de mesa, devido ao pico de safra e ao típico enfraquecimento da demanda diante das baixas temperaturas, em 2021, o cenário tende a ser diferente, com os valores da fruta in natura podendo se manter firmes neste mês.

Em junho, a média da laranja pera de mesa foi de R$ 32,64/cx de 40,8 kg, na árvore, alta de 29,2% em relação ao mesmo mês de 2020.

 

PREÇO ARROBA BOVINA SP

Os preços do boi gordo atravessaram o primeiro semestre de 2021 em patamares firmes. O animal para abate foi negociado no estado de São Paulo acima de R$ 300,00 em todo o semestre, atingindo pico de R$ 321,90 no final de junho.

A sustentação veio da oferta enxuta de animais prontos para o abate, da retenção maior de fêmeas para a produção de reposição e da demanda chinesa por carne aquecida.

Os preços do boi gordo atravessaram o primeiro semestre de 2021 em patamares firmes
Foto: Divulgação

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER