As técnicas de higienização são muito importantes nas indústrias de laticínios. A qualidade dessas técnicas vai garantir uma melhor qualidade para os produtos que chegam às prateleiras.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

As técnicas de higienização são muito importantes nas indústrias de laticínios. A qualidade dessas técnicas vai garantir uma melhor qualidade para os produtos que chegam às prateleiras. Isso vai atestar também uma segurança à saúde do consumidor, além de estar em conformidade com a legislação, composta de Regulamentos de Identidade e Qualidade, Normativas e Portarias específicas.

Em ambientes industriais é comum encontrar não apenas uma grande carga de matérias orgânicas, como também resíduos que surgem do processamento. Ou seja, são locais ideias para o crescimento e multiplicação de micro-organismos.

Assim, as técnicas de higienização de laticínios buscam combater e reduzir a presença de micro-organismos e outros contaminantes não apenas antes, mas também durante e após o processamento de derivados do leite.

 

Higienização e seus processos

A higienização de laticínios começa com a limpeza, ou seja, a remoção de sujeiras e partículas que se encontram na superfície. Essa tarefa pode ser realizada por meios químicos e mecânicos, com uso de detergentes específicos, água, alcalinos e equipamentos de limpeza, como escovas, esponjas, raspadores e mangueiras.

A etapa seguinte compreende a sanitização. Nesta etapa, acontece uma significativa redução de micro-organismos graças à ação de produtos químicos específicos.

A higienização correta das indústrias de laticínio garante uma maior economia, devido à redução nas chances de produção de itens contaminados para comércio, assim como de devoluções e rejeições.

 

Etapas do processo de higienização

  • Pré-lavagem – remoção das partículas visíveis.
  • Lavagem – remoção do material orgânico. Uso de agentes químicos.
  • Enxágue – remoção dos resíduos da lavagem. Uso de água corrente.
  • Sanitização – redução de micro-organismos.
  • Enxágue final – remoção dos resíduos de agentes sanitizantes.

 

Métodos de higienização

  1. Manual – a limpeza é realizada por operadores com solução detergente, água e equipamentos. Nos processos de pré-lavagem e lavagem, o uso da escova (cerdas rígidas ou flexíveis) é indispensável. A mangueira de água precisa ter o tamanho ideal para cobrir todas as áreas.
  2. Imersão – este processo consiste na lavagem de apenas a parte desmontável do equipamento. Há uso de água e detergente no processo da lavagem. As partes do equipamento passam por uma imersão de cerca de 30 minutos, para em seguida serem enxaguadas com água quente e escova.
  3. Limpeza sem desmontagem ou CIP – é um método mais recomendado para empresas de laticínios de grande dimensão, devido ao seu alto custo de instalação. A limpeza CIP acontece em um sistema fechado e automático, através de tubos e outros equipamentos específicos ao maquinário a ser limpo. Todo o processo de limpeza acontece sem a necessidade de desmontagem.
  4. Limpeza com espuma – o diferencial desse processo é que a limpeza utiliza-se geradores de espuma que ajudam a alcançar áreas mais altas e aumentam o contato do detergente com a superfície. Após a aplicação, deve ser feita uma leve escovação, com o objetivo de retirar o excesso do produto.

A cadeia láctea tem sua dinâmica moldada por vários aspectos, os quais refletem diretamente no preço do leite pago aos produtores.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER