A discussão é uma tentativa de resolver o impasse com as entidades representantes da agricultura familiar.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Fonte: Food Business News

O Conselho Paritário Produtores/Indústrias do Leite do Rio Grande do Sul (Conseleite/RS) realiza nesta terça-feira reunião extraordinária para discutir, entre outros assuntos, a revisão dos custos de produção do setor que servem de base para o cálculo do preço de referência do leite. A discussão é uma tentativa de resolver o impasse com as entidades representantes da agricultura familiar – a Associação dos Criadores de Gado Holandês (Gadolando), a Associação dos Criadores de Gado Jersey (Jersey/RS), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag) e a Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Rio Grande do Sul (Fetraf/RS).

No mês passado, as entidades anunciaram que se afastariam do conselho até que a metodologia fosse reavaliada. De acordo com o vice-presidente da Fetag, Eugênio Zanetti, o coordenador da Fetraf-RS, Douglas Cenci, e o presidente da Jersey/RS, Claudio Nery Martins, as entidades apresentarão na reunião um documento conjunto, propondo algumas condições para que continuem participando do conselho. “Esperamos que seja rediscutida a metodologia para que possamos entrar em 2022 com um relacionamento de lealdade entre o elo produtor e o elo da indústria”, afirma Zanetti.

Como em quase todos os aspectos da vida, o que é bom é bom porque está em equilíbrio: a dieta mais completa, mais ecológica e mais barata possível dentro dessa completude será composta de animal, com o leite desempenhando um papel de liderança, e vegetal.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER