Com cerca de 1.100 produtores, possui unidades de negócios de produção agrícola, carnes, leite, batata e agroindústria.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A Castrolanda Cooperativa Agroindustrial, uma das principais do país, localizada em Castro (PR), informou hoje (25), que o faturamento anual de 2021 foi o maior o maior já registrado em 70 anos de história: R$ 5,9 bilhões. A Castrolanda faz parte da Lista Forbes Agro100, onde estão as companhias agroindustriais de destaque do ano.

A cooperativa possui unidades de negócios divididas em operações de produção agrícola, carnes, leite, batata e agroindústria para processar a produção dos cooperados.

Na comparação com 2020, o crescimento do ano passado foi de 31,1%. Além disso, o resultado líquido também apresentou números expressivos: as sobras fecharam o período em R$ 145 milhões. Em uma cooperativa, as sobras equivalem ao lucro nas empresas privadas.

“A economia, de maneira geral, seguiu com as incertezas causadas pela pandemia, mas conseguimos atuar de uma forma bastante eficiente mesmo com essas dificuldades”, diz Willem Bouwman, diretor-presidente da Castrolanda.

Para o diretor executivo da cooperativa, Seung Lee, os números refletem os caminhos de sustentabilidade e estabilidade dos negócios, construídos com base no Horizonte – nome dado ao planejamento estratégico da Castrolanda – que preparou a companhia para se tornar ainda mais competitiva em várias áreas de atuação. As ações se concentraram no redesenho de processos e na consolidação da diversificação dos negócios. “Trabalhamos dentro de casa para atingir a excelência operacional, já que é impossível controlar o mercado. “Não conseguimos definir os preços da soja, ou segurar o valor do glifosato, por exemplo”, diz Lee. “O que podemos fazer é construir uma cooperativa mais sólida.” Para 2022, o planejamento estratégico da Castrolanda aponta um ano ainda mais desafiador. A cooperativa tem cerca de 1.100 produtores nos estados do Paraná e São Paulo e cerca de 3.700 colaboradores.

 

O último leilão da Plataforma Global Dairy Trade (GDT) em 03 de maio registrou forte recuo nos preços internacionais dos derivados lácteos.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER