Veneza se consolidou com produtos lácteos variados em 70 anos de existência e agora investe em um novo segmento.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
em
Produto Veneza: qualidade na mesa do consumidor capixaba. (Veneza/Divulgação)

Do café da manhã ao jantar, pela mesa do capixaba certamente já passou algum produto Veneza. A grande variedade de alimentos leva os muitos sabores da marca às mais diferentes receitas. Após se consolidar no mercado de laticínios, a empresa, originária de Nova Venécia, agora faz sua aposta no segmento de cafés e planeja se expandir para outras localidades do Estado.

Presente no Espírito Santo desde a década de 1950, a Veneza surgiu com o propósito de mudar os rumos da pecuária no Noroeste capixaba e tem atuado, nestes quase 70 anos, no setor dos lácteos. As famílias de produtores rurais da localidade vinculados à cooperativa vêm desenvolvendo suas atividades com foco na qualidade e na produtividade do leite e do rebanho.

Com isso, o empreendimento chegou a um mix de itens que vão do leite longa vida UHT, passando por iogurtes, manteigas, bebidas lácteas saborizadas, creme de ricota, requeijão cremoso, até um extenso portfólio de queijos.

O diretor-geral Marcelino Bellardt enfatiza que, ao longo do tempo, a marca se consolidou no mercado capixaba graças à qualidade de seus produtos.

“Nós nos posicionamos com produtos de qualidade, com uma equipe dedicada a trazer inovação e manter o padrão de excelência. Hoje, com aproximadamente 60 SKUs [código usado em cada unidade de produto para identificá-la] no portfólio, somos presença constante na memória afetiva do consumidor.”

Marcelino Bellard •Diretor-geral  da Veneza

Na busca por alcançar ainda mais destaque em um mercado tão competitivo, a marca foi incorporada pela Cooperativa Agropecuária Centro Serrana (Coopeavi), em 2019. Graças à expertise apresentada pela companhia compradora no ramo de café, a Veneza lançou seu primeiro blend da bebida. A estratégia é aproveitar o reconhecimento do público para aguçar o paladar dos capixabas agora também com um cafezinho.

Na avaliação de Marcelino Bellardt, essas mudanças só são possíveis devido à capacidade da Veneza de se adaptar aos desafios da atividade. “Estamos em um mercado em constante evolução. Para nos mantermos em evidência, buscamos agilidade nos nossos processos e adaptabilidade às necessidades dos nossos clientes, seguindo sempre com uma equipe apaixonada pelo que faz e entrega”, pontua.

Marcelino Bellardt, diretor-geral da Veneza
Marcelino Bellardt atribui reconhecimento à atenção prestada ao consumidor. (Veneza/Divulgação)

O executivo avalia que essa busca por atender aos anseios dos consumidores e manter o engajamento da equipe Veneza é o fator responsável para que a cooperativa seja reconhecida pelos capixabas. Na edição do Marcas de Valor 2022, a organização conquistou o primeiro lugar na categoria “Leite e Derivados”.

“Somos uma marca muito forte, de grande presença e reconhecimento. Temos uma equipe dedicada desde a indústria até a arrumação das gôndolas de supermercados, levando sempre seu propósito como marca”, evidencia.

Dentro do planejamento para os próximos anos, a direção da cooperativa mantém a expectativa de aumentar a presença em outras localidades capixabas.

“Estamos vivenciando um projeto de capilarização da marca, buscando presença em todo o varejo do Espírito Santo e criando cada vez mais pontos de contato com nossos consumidores.”

Marcelino Bellardt •Diretor-geral da Veneza

Bellardt garante ainda que a empresa não para de inovar, trazendo lançamentos de qualidade visando a enriquecer ainda mais o portfólio da Veneza.

Boletim de Preços
Informe com análise e acompanhamento das variações de preços de indicadores de interesse da cadeia do leite.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER