O leiloeiro rural Wellerson Silva faz uma análise sobre o momento de comercialização de raças leiteiras em leilões virtuais
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O leiloeiro rural Wellerson Silva faz uma análise sobre o momento de comercialização de raças leiteiras em leilões virtuais


Uma demanda crescente por bovinos leiteiros, motivada pelo aumento do preço do leite pago ao produtor nos últimos meses, está alavancando os negócios no mercado de leilões de genética apurada. A avaliação é do leiloeiro rural Wellerson Silva.

De acordo com o Banco de Dados da DBO, entre janeiro e maio deste ano foram ofertados 5.079 exemplares de produção e elite – em sua grande maioria, cerca de 76% do total, das raças Girolando e Gir Leiteiro.

Continue a leitura após o anúncio

No mesmo período do ano passado, os negócios envolveram 4.980 animais ao valor médio geral de R$ 7.185 – patamar médio de preço semelhante ao apontado nos cinco primeiros meses de 2020 (R$ 7.146). Já o faturamento total avançou 1,5% em comparação a 2019 e bateu em R$ 36,2 milhões.

Em áudio, Wellerson destaca que, por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), se estabeleceu em praticamente todos os eventos a modalidade virtual para a comercialização.

 

 

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER