Os produtores que entregam leite para a CCGL, através da Cotrijal, têm motivos de sobra para estarem satisfeitos. Pelo quarto ano consecutivo, recebem os dividendos do Programa Leite Real Cotrijal.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Os produtores que entregam leite para a CCGL, através da Cotrijal, têm motivos de sobra para estarem satisfeitos. Pelo quarto ano consecutivo, recebem os dividendos do Programa Leite Real Cotrijal.

São R$ 427 mil distribuídos entre 138 produtores. Mara Terezinha Rossler está no programa desde agosto de 2019 e já colhe benefícios. O valor recebido permite pagar, por exemplo, em torno de 25% da luz gasta durante o ano ou ração pré-parto para 73 animais, mas a ideia é investir na ampliação do tambo. A propriedade, em Tio Hugo, hoje tem 85 vacas em lactação, em sistema Compost Barn, e a intenção é chegar a 132 animais até junho.

O gerente de Produção Animal da Cotrijal, Renne Granato, avalia que o “bônus” é um reconhecimento pelo esforço, dedicação, gestão e inteligência empregados pelos produtores na atividade leiteira. “São R$ 150 mil a mais distribuídos em relação ao ano passado, fruto do aumento do número de produtores, de 94 para 138, e também do crescimento da produção em 2019”, pontua. “Através de esforços individuais e com apoio da assistência técnica da Cotrijal – Devet e Detec – eles produziram mais leite e com mais qualidade”.

Jorge e Rosane Dirings, de Rio Atiassú, Coqueiros do Sul, têm bem clara a evolução alcançada nos últimos anos. “Com o apoio da Cotrijal, melhoramos no todo, desde a gestão até a sanidade, genética, nutrição e produtividade”, avaliam.

A propriedade tem 34 vacas em ordenha e a média de produtividade no ano passado, no sistema a pasto, se manteve acima dos 30 litros/vaca/dia. “O prêmio pago é um grande incentivo, principalmente nesse período em que a seca tem prejudicado a pastagem. São 3,5 a 4% a mais de renda sobre o valor bruto do ano”, calcula Jorge.

Ouça o boletim com mais informações sobre o assunto

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER