Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara Federal demonstra preocupação com o aumento dos custos da produção
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara Federal demonstra preocupação com o aumento dos custos da produção

(Foto: Agência Brasil)

A deputada federal Aline Sleutjes (PSL-PR), passou a ocupar a presidência da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara Federal, e demonstra preocupação com os custos da produção. Além disso, quer conhecer a realidade do setor. Na última sexta-feira fez visita técnica à Embrapa Gado de Leite, em Coronel Pacheco (MG) acompanhada de outros parlamentares da CAPADR. Ao DM, disse que um dos principais gargalos do segmento leiteiro no País “é o custo de produção e a previsibilidade de preço”.

“O custo de produção tira a competitividade do nosso setor com os maiores produtores e exportadores de lácteos do mundo. A nossa meta é fazer a leitura de todos os conhecimentos, oportunidades e pesquisas para encontrarmos a melhor solução de economia para o produtor,” observou.

A deputada Aline disse ainda que cerca de 20 milhões de brasileiros sobrevivem, direta ou indiretamente, do setor leiteiro. “A nossa jornada é ver o que está dando certo nos vários estados do nosso país. Temos a obrigação moral de dar condições para que o cidadão do campo não pare e sim progrida com desenvolvimento genético, aprimoramento da cultura e alimentação mais barata de qualidade para o animal.”

Segundo dados do último Censo do IBGE, o Brasil tem 1.171.000 propriedades produtoras de leite, em 98% dos municípios brasileiros. O parlamentar sustenta que “o leite é um dos poucos alimentos que é produzido em quase todos os municípios do Brasil”. Segundo Domingos, o país tem um dos maiores mercados consumidores do mundo e tem potencial para aumentar a demanda. “Precisamos descentralizar a produção e a Embrapa tem esse papel”, explica.

A indústria do leite no Brasil em números: 1,171 milhão de estabelecimentos produtores de leite, desde o pequeno da agricultura familiar, passando por médios e grandes produtores; A cadeia leiteira gera 4,5 postos de trabalho direto na produção por propriedade; Mais de 5,2 milhões de famílias vivem da produção (no setor primário) do leite; 20 milhões de pessoas estão na cadeia produtiva do leite em empregos no transporte, industrialização e comercialização; O Brasil é o 3º maior produtor do mundo de leite, e o alimento é o sexto de maior importância na cadeia do agro brasileiro.

Para incentivar a silagem a secretaria Municipal de agricultura está oferecendo tratores à comunidade.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER