Danone corta previsões de crescimento para 2020 por causa de coronavírus – eDairyNews Últimas notícias
Brasil |27 febrero, 2020

Danone | Danone corta previsões de crescimento para 2020 por causa de coronavírus

Empresa reduziu a meta de aumento de vendas em 2020 de uma faixa entre 4% e 5% para uma taxa entre 2% e 4%.

A Danone afirmou nesta quarta-feira (26) que a epidemia de coronavírus vai afetar seus resultados neste ano e que as vendas do primeiro trimestre devem ser impactadas em 100 milhões de euros, principalmente por conta dos negócios da marca de água Mizone na China.

A China é responsável por cerca de 30% das vendas da fórmula infantil Early Life Nutrion e 10% das vendas do grupo.

A Danone reduziu a meta de crescimento de vendas em 2020 de 4% a 5% para 2% a 4% e a previsão para a margem operacional de acima 16% para mais de 15%.

 

«Começamos este ano sob nuvens de incerteza por causa do coronavírus», disse o presidente-executivo da Danone, Emmanuel Faber.

A redução das metas de 2020 são um golpe para os planos de Faber para recuperação da companhia, centrados em diversificação do portfólio de produtos em direção a probióticos e ingredientes de origem vegetal.

Aviso legal sobre propriedade intelectual em conteúdo digital

Todas as informações contidas nestas páginas que NÃO são de propriedade da eDairy News e NÃO são consideradas "de domínio público" pelos regulamentos legais são marcas registradas de seus respectivos proprietários e reconhecidas por nossa empresa como tal. A publicação no site eDairy News é feita com a finalidade de coletar informações, respeitando as normas contidas na Convenção de Berna para a Proteção das Obras Literárias e Artísticas; na Lei 11.723 e demais normas aplicáveis.

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas