O deputado estadual Amauri Ribeiro (Patriota) denunciou nesta quarta-feira 20 a existência de um cartel formado por laticínios em Goiás,
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Deputado Amauri Ribeiro/Foto: Sérgio Rocha/Divulgação

O deputado estadual Amauri Ribeiro (Patriota) denunciou nesta quarta-feira 20 a existência de um cartel formado por laticínios em Goiás, que estaria causando prejuízo aos produtores de leite e aos consumidores. Ao discursar durante o pequeno expediente da sessão remota da Assembleia Legislativa de GO, o parlamentar apresentou requerimento para que o caso seja levado ao Ministério Público do Estado para ser investigado. Assista ao vídeo abaixo:

“Quero convocar a Frente Parlamentar Agropecuária, a FPA de Goiás, para levarmos uma denúncia ao Ministério Público do Estado sobre formação de cartel pelos laticínios, que provavelmente não comprem leite só aqui. Eles são representados pelo Sindileite [de GO], e o chefe do cartel é o laticínio Piracanjuba”, disse Amauri, um dos porta-vozes do setor leiteiro no Legislativo goiano. Essa situação, afirmou, está levando o produtor à falência.

De acordo com o deputado, os laticínios do estado decidem em conjunto quanto vão pagar pelo produto ao produtor. “Eles compõem o preço que vão pagar ou quanto irão tirar do produtor de leite de Goiás”. Ainda conforme o parlamentar, a indústria láctea goiana se aproveitou do momento de pandemia provada pela covid-19 para causar desequilíbrio no mercado.

“Eles combinaram e aumentaram o preço do produto ao comércio varejista e baixaram o preço ao produtor. Isso já identifica a formação de cartel. Baixaram o preço [ao pecuarista] por dois meses consecutivos [abril e maio]”, enfatizou. Essa situação, assinalou, ocorreu num cenário de alta no consumo do leite UHT em abril. E agora, neste mês de maio, acrescentou, está faltando leite no mercado.

“Se aproveitaram do momento de pandemia, liderados pelo laticínio Piracanjuba e representados pelo Sindileite [GO]”, reforçou Amauri. Para ele, o Sindileite só tem servido para “ferrar os produtores.” O deputado informou que espera que a denúncia seja apresentada pela FPA de Goiás ao Ministério Público do Estado até a próxima semana.

 

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER