Os preços do milho seguem em queda no mercado brasileiro, influenciados pelo maior interesse de vendedores em negociar e pela pressão exercida por compradores,
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Os preços do milho seguem em queda no mercado brasileiro, influenciados pelo maior interesse de vendedores em negociar e pela pressão exercida por compradores, diante da perspectiva de oferta elevada nos próximos meses. Segundo colaboradores do Cepea, apenas os produtores com boas condições de armazenagem estão retraídos, à espera de recuperação nos preços. De 18 a 26 de abril, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) caiu 4,3%, a R$ 34,29/sc de 60 kg na sexta-feira, 26. Os recuos nos preços domésticos aliados à valorização do dólar, por sua vez, têm aumentado a competitividade internacional do milho brasileiro, o que pode favorecer as exportações nos próximos meses.

Como em quase todos os aspectos da vida, o que é bom é bom porque está em equilíbrio: a dieta mais completa, mais ecológica e mais barata possível dentro dessa completude será composta de animal, com o leite desempenhando um papel de liderança, e vegetal.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER