As equipes da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) têm atuado em conjunto com a Defesa Civil e vistoriado as muitas localidades sem água potável, com açudes secos e produções perdidas.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Na tarde desta quinta-feira (10/2), o governador Eduardo Leite esteve em propriedades rurais afetadas pela estiagem em Tupanciretã. Acompanhado da secretária da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Silvana Covatti, conversou com produtores que tiveram perdas em suas safras e buscam alternativas para garantir a produção.

“É muito triste ver os efeitos da estiagem sobre as famílias que estão perdendo suas safras no campo. Reforçamos nosso compromisso e nossa responsabilidade com os produtores e municípios, estamos trabalhando com afinco para minimizar os danos e também para precaver estiagens futuras”, afirmou o governador.

Tupanciretã – um dos municípios gaúchos com emergência decretada, homologada pelo Estado e reconhecida pela União por conta da estiagem – é o maior produtor de soja do Rio Grande do Sul. Na safra 2020/21, foi responsável pela produção de 495 mil toneladas do grão.

As equipes da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) têm atuado em conjunto com a Defesa Civil e vistoriado as muitas localidades sem água potável, com açudes secos e produções perdidas. Tupanciretã conta com quatro equipes no suporte às famílias atingidas. Desde janeiro, 140 bebedouros foram construídos e há previsão de entrega de mais 130. Além disso, semanalmente mais de 35 mil litros de água potável são enviados ao interior, trazendo um pouco de alento para mais de 30 famílias que estão sem água.

Nesta semana, o governo anunciou a criação de uma força-tarefa para agilizar a abertura de açudes por meio de convênios com municípios. Além disso, iniciou um estudo para criação de um auxílio emergencial estadual para famílias fortemente prejudicadas pela estiagem. Também aguarda retorno do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento sobre uma linha de crédito para auxiliar pequenos produtores. Somente por meio do programa Avançar na Agropecuária e no Desenvolvimento Rural, o Estado está investindo R$ 275,9 milhões no setor, com verbas também destinadas à minimização dos danos da estiagem.

Cidadão Tupanciretanense 

Ainda na visita a Tupanciretã, na Câmara Municipal de Vereadores Leite recebeu o título de Cidadão Tupanciretanense das mãos do prefeito Gustavo Terra e do presidente do Legislativo municipal, vereador Carlos Augusto Oliveira Santos. A distinção se deve à contribuição significativa do governador para o crescimento e reconhecimento da cidade nos cenários regional e nacional.

“Receber uma homenagem como essa é um título que nos honra e que nos enche de responsabilidade, porque devemos estar à altura das expectativas. E podem ter certeza de que estaremos sempre buscando estar à altura, como estamos sempre olhando para todos os municípios indistintamente, e fazemos esse olhar em parceria com as prefeituras”, disse Leite.

Encerrando os compromissos na cidade, o governador vistoriou a obra de pavimentação de 45,7 quilômetros da RSC-392, que liga Tupanciretã a Santa Tecla, com investimento de R$ 25 milhões.

“Sabemos que essa obra é muito importante para a região. O trabalho se encontra em andamento e os recursos estão disponíveis, inclusive estamos pressionando para que haja mais velocidade, uma vez que não há problema de disponibilidade de recursos. É uma obra que ajuda a reduzir custos logísticos, trazer mais segurança e mais conforto para quem trafega nessa via e também ajuda no desenvolvimento da cidade e da região”, destacou Leite.

O Ministro da Agricultura, Pecuária e Pesca da Nação, Julián Domínguez, realizou uma reunião bilateral com seu homólogo brasileiro, Marcos Montes Cordeiro.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER