Instruções normativas indicam número mínimo de contagem bacteriana e produtores que não atingiram a meta devem fazer adequações.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Instruções normativas indicam número mínimo de contagem bacteriana e produtores que não atingiram a meta devem fazer adequações.

As primeiras médias geométricas para a qualidade do leite foram avaliadas pelas empresas que recebem o produto. Agricultores que não conseguiram atingir a meta da contagem bacteriana, que deve ficar abaixo de 100 mil, precisarão fazer adequações. O veterinário da Emater/Ascar Tiago Conrad concedeu entrevista ao programa Realidade, da Rádio do Vale, e explicou que esses produtores devem procurar o auxílio da entidade, pois a maioria das mudanças são simples de serem implementadas.

O extensionista também falou sobre um treinamento que agricultores e profissionais fizeram na semana passada. A qualificação tratou da silagem de milho, muito utilizada na alimentação dos bovinos de leite da região. Tiago Conrad citou que cerca de 200 pessoas participaram do evento e saudou o interesse dos produtores de Estrela que estiveram presentes.

Mais informações sobre as adequações às instruções normativas do leite e silagem de milho podem ser obtidas no escritório da Emater/Ascar de Estrela, pelo telefone (51) 9 9892-0889. GL

“Enxugar gelo”. Você já sentiu essa interminável sensação?

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER