A EMATER/RS divulgou seu relatório conjuntural semanal na última quinta-feira (16/04). Segundo o relatório, o período de vazio forrageiro outonal, que acontece normalmente todos os anos, será mais prolongado, em decorrência das adversidades climáticas registradas em todo o Estado.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A EMATER/RS divulgou seu relatório conjuntural semanal na última quinta-feira (16/04). Segundo o relatório, o período de vazio forrageiro outonal, que acontece normalmente todos os anos, será mais prolongado, em decorrência das adversidades climáticas registradas em todo o Estado. Elas provocaram o encurtamento do ciclo das pastagens de verão e o atraso na implantação e desenvolvimento das pastagens de inverno, ocasionando maior redução na disponibilidade de massa verde e por mais tempo.

A condição corporal e a produção leiteira dos animais mantidos predominantemente a pasto estão afetadas por essa situação, exigindo um maior aporte de suplementação alimentar para amenizar os seus efeitos; mas isto implica em um aumento dos custos.

As estimativas de queda na produção leiteira mais significativas relatadas pelos escritórios regionais da Emater/RS-Ascar nas respectivas áreas de abrangência foram as seguintes: regional de Caxias do Sul – 13%; Erechim – 20%; Frederico Westphalen – 25%; Porto Alegre – 30%; Santa Maria – 33%; Pelotas – 41%; Bagé – 40 a 45%.

Segundo o Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Santa Maria, as estimativas de perdas sofridas pelos criadores da região, no período de 30 de março a 13 de abril, somam aproximadamente seis milhões de litros de leite, equivalente a um valor em torno de 7,2 milhões de reais.

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER