Os empresários produtores de leite querem ter participação ativa nas eleições municipais de 15 novembro deste ano.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

Os empresários produtores de leite querem ter participação ativa nas eleições municipais de 15 novembro deste ano. Não apenas por meio do voto ou de candidaturas a prefeito e vereador. Buscam também incluir a pauta do setor nos programas dos partidos e candidatos, a fim que de posam ter seus pleitos atendidos pelos municípios dentro das suas competências, já que algumas medidas dependem de decisões dos governos federal e estaduais.

Ouça, abaixo, o áudio da empresária produtora de leite Cirlane Silva Ferreira, de Palmeiras de Goiás (GO):

Nos últimos meses, a base produtora do setor leiteiro promoveu debates para apresentar aos candidatos uma pauta mínima. Nessas discussões, que envolveram grupos como o Aliança e Ação, Inconfidência Leiteira e Construindo Leite Brasil, entre outros, eles aprovaram seis propostas que consideram fundamentais para o setor. “Queremos participar democraticamente do processo eleitoral e mostrar à sociedade o nosso papel socioeconômico.”

Ouça, abaixo, o áudio do empresário produtor de leite Awilson Viana, de Candeias (MG):

Os empresários produtores de leite entendem que as prefeituras precisam ter patrulhas mecanizadas para manter as estradas e pontes em condições adequadas para o escoamento da produção. Para eles, é preciso que os prefeitos e vereadores se mobilizem para obter os recursos para adquirir e manter os equipamentos das patrulhas mecanizadas.

Ouça, abaixo, o áudio do empresário produtor de leite Martinho Melo de Oliveira, de Paranaíba (MS):

Fortalecimento da cadeia láctea

Eles também defendem que os municípios tenham projetos próprios de fortalecimento da cadeia láctea, que contribui para movimentar as economias locais com a geração de emprego e renda e estimula a permanência das famílias, especialmente os mais jovens, a permanecer no campo, evitando o aumento do êxodo rural.

Para os empresários produtores rurais, o ideal é que cada Câmara de Vereadores aprove um projeto de fortalecimento do setor lácteo, que pode fazer parte, por exemplo, do plano diretor ambiental do município. Eles esperam que tal proposta seja votada pelos vereadores logo no início do próximo mandato, observando as peculiaridades de cada cidade.

Segundo a base produtora leiteira, os projetos de fortalecimento podem contemplar desde o incentivo ao emprego de novas tecnologia nas atividades cotidianas das propriedades até ações educacionais e de extensão rural e assistência técnica. Conforme os empresários produtores de leite, isso contribuirá para a sustentabilidade à cadeia.

Ouça, abaixo, o áudio do empresário produtor de leite Armando Otti, de Bagé (RS):

Ouça, abaixo, o áudio do empresário produtor de leite Leonel Fonseca, de Pelotas (RS):

Dia do Produtor de Leite

O setor propõe ainda a instituição de um dia alusivo ao empresário produtor de leite. Os participantes dos grupos que debateram a pauta avaliam que cada município pode ter uma data específica ou, então, que seja estabelecido um dia nacional, como defende a Abraleite. O importante, assinalam, é elevar a autoestima da cadeia leiteira.

Ao mesmo tempo, a cadeia leiteira espera que os futuros prefeitos e vereadores a ajude a ter maior proximidade com a sociedade. O setor avalia que é importante que os consumidores, especialmente as crianças, conheçam o processo de criação de gado leiteiro e de obtenção do leite e visitem laticínios para ver como os produtos lácteos são industrializados para que possam chegar ao comércio.

Ouça, abaixo, o áudio do empresário produtor de leite Marco Sérgio Batista Xavier, de Cromínia (GO):

Na avaliação da cadeia leiteira, essa aproximação permitirá à sociedade tomar conhecimento do esforço que os produtores, além dos laticínios, fazem para levar um produto de qualidade e saudável à mesa das famílias. Isso, assinalam, reforçará mais o compromisso do setor com os consumidores.

Ouça, abaixo, o áudio do empresário produtor de leite João Quirino, de Pontalina (GO):

Audiências públicas

Além disso, os empresários produtores de leite vão procurar sensibilizar as câmaras de vereadores para que realizem duas audiências públicas por ano para debater o cenário do setor, juntamente com as prefeituras, demais segmentos da atividade econômica e representantes da sociedade. Eles acreditam que tais reuniões incentivarão os próprios produtores a saírem da porteira para fora para ter maior visibilidade.

A base produtora leiteira também planeja sugerir aos futuros prefeitos que tenham um assessor para tratar dos assuntos da cadeia láctea em cada secretaria de Agricultura ou órgão que cuide das atividades agropecuárias. Tal medida, pontuam, contribuirá para haver uma boa comunicação entre o setor e as prefeituras.

De acordo com os grupos de empresários produtores de leite que aprovaram a pauta para os candidatos a prefeito e vereadores, as eleições municipais se constituem num momento para reforçar o espírito participativo desta cadeia formada por cerca de 5 milhões de pessoas, que trabalham mais de 12 horas por dia de domingo a domingo.

Ouça, abaixo, o áudio do empreário produtor de leite Rafael Hermann, de Boa Vista do Cadeado (RS):

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER