A Superintendência de Indústria e Comércio abriu uma investigação contra várias empresas que supostamente adulteraram o leite com soro de leite.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
por

A Superintendência de Indústria e Comércio (SIC) abriu uma investigação contra quatro empresas que, segundo a entidade, adulteraram o leite com soro de leite.

Empresas investigadas por utilizar soro de leite

As empresas em questão são:

-Gloria Colombia S.A.S.
-Lactalis Colombia LTDA (Parmalat)
-Sabanalac S.A.
-Compañía procesadora y distribuidora de lácteos LTDA (Hacienda San Mateo).

De acordo com a entidade, foi formulada uma declaração de objeções para determinar se essas empresas haviam alegadamente praticado atos de concorrência desleal de engano e violação das regras, “alegadamente adicionando soro de leite UAT sanitizado ao leite integral”.

A SIC colocou a lupa no caso e iniciou a investigação após receber várias reclamações sobre a adição de soro de leite ao leite sanitizado. Diz-se que estas ações estão ocorrendo desde 2020.

Como parte da investigação, a superintendência realizou várias visitas em empresa com a Invima para colher diferentes amostras para análise. “Os resultados dos testes realizados pela Invima mostraram a presença de soro de caseinomacropéptido (CMP) em algumas amostras analisadas em grandes quantidades”.

Assim, estas empresas teriam adicionado soro de leite na produção de leite integral.

“Com essas condutas, as empresas investigadas estariam incorrendo em atos de engano injustos para com os consumidores finais, já que estariam vendendo um produto que é anunciado como leite, mas ao qual foram adicionadas grandes quantidades de soro de leite sem informar o consumidor sobre essa circunstância”, disse o SIC em uma declaração.

A SIC informou que irá transferir a decisão para a Invima, bem como para o Ministério da Saúde, com o objetivo de exercer sua competência no caso.

Sanções se for constatado que as empresas utilizaram soro de leite

Se for provado que eles se envolveram em tal conduta, as empresas Gloria Colombia S.A.S., Lactalis Colombia LTDA (Parmalat), Sabanalac S.A. e Compañía Procesadora y Distribuidora de Lácteos LTDA (Hacienda San Mateo) poderão enfrentar multas de até 100.000 SMLMV por cada ato.

O preço do leite longa vida caiu pelo terceiro mês consecutivo nos supermercados do país.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER