Segundo a zootecnista, doutora em Nutrição de Ruminantes pela Universidade Estadual de São Paulo, Vanessa Carvalho, que é gerente técnica de bovinos da Phibro Saúde Animal, é possível reduzir os custos com a alimentação do rebanho sem perder o valor nutricional.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

atividade leiteira conta com muitos desafios e incertezas, que vão da sazonalidade da produção a questionamentos sobre como o mercado vai se comportar.

Em 2021, o que mais preocupou os produtores de leite foi o custo de produção.

Segundo a zootecnista, doutora em Nutrição de Ruminantes pela Universidade Estadual de São Paulo, Vanessa Carvalho, que é gerente técnica de bovinos da Phibro Saúde Animal, é possível reduzir os custos com a alimentação do rebanho sem perder o valor nutricional.

No entanto, diz Carvalho, a decisão deve ser tomada com cautela, já que a retirada desses nutrientes da dieta pode causar a redução na produção de leite por vaca.

Segundo a gerente técnica, quando a estratégia é aliada ao conhecimento e às tecnologias disponíveis no mercado e que foram desenvolvidas exclusivamente para a correta alimentação dos animais, o produtor pode enxergar um bom caminho à frente.

De acordo com Vanessa Carvalho, é necessário avaliar os diferentes indicadores associados à lucratividade e não somente focar na diminuição dos custos de produção. Dentre os diferentes indicadores determinantes para a rentabilidade do negócio, a produção de leite por vaca faz a diferença. Afinal, a maior produção proporciona mais renda x o custo da alimentação, mesmo quando os preços do leite são baixos e os custos dos insumos estão elevados. Assim, é importante buscar a maior produção de leite para que ocorra a diluição dos custos e a lucratividade se mantenha ou até mesmo aumente.

O calendário anual de eventos de Vitória da Conquista passa a contar com a Semana Municipal do Leite, criada pela lei 2.575, aprovada pela Câmara de Vereadores e sancionada pela prefeita Sheila Lemos.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER