A exemplo de outros produtos agropecuários brasileiros, como soja e açúcar, as exportações de lácteos também cresceram no acumulado do ano, em comparação com os primeiros sete meses de 2019, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), com base em dados do Ministério da Economia.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

 

A exemplo de outros produtos agropecuários brasileiros, como soja e açúcar, as exportações de lácteos também cresceram no acumulado do ano, em comparação com os primeiros sete meses de 2019, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), com base em dados do Ministério da Economia.

De janeiro a julho, o aumento nas vendas externas foi de 22,8% em valor e 21,9% em volume, intensificado sobretudo pelos embarques de leite em pó, leite modificado e creme de leite de leite.

Em julho deste ano, as exportações tiveram alta ainda maior, de 50,9%, em relação ao mesmo mês de 2019. Os embargues de lácteos totalizam US$ 6,7 milhões em julho de 2020.

Leia, abaixo, a análise da balança comercial de lácteos de julho e do acumulado do ano publicada pela CNA:

“A receita gerada pelas exportações de produtos lácteos brasileiros no mês de julho foi 50,9% maior em relação à 2019, somando US$ 6,7 milhões.

As principais variações nas vendas de lácteos no mês de julho se deram para os queijos (+US$ 834,9 mil), o leite condensado (+US$ 709,3 mil) e para o leite modificado (+US$ 593,7 mil).

Para os primeiros sete meses do ano, o aumento nas vendas foi de 22,8% em valor e 21,9% em volume, e foi intensificado devido à alta nas exportações de leite em pó, leite modificado e creme de leite.

No caso do leite em pó, o grande volume exportado para a Argélia em janeiro desse ano ainda é a principal razão para o aumento de US$ 2,8 milhões nas vendas do produto nos primeiros sete meses de 2020, em relação ao mesmo período de 2019. O montante exportado (US$ 3,1 milhões) representou 91% de todo o leite em pó exportado pelo Brasil nos primeiros sete meses de 2020.

Já o leite modificado registrou aumento de US$ 2,4 milhões nas exportações dos primeiros sete meses em relação ao mesmo período de 2019, devido ao montante exportado para a Venezuela (US$ 2,1 milhões) e para a Argentina (US$ 1,5 milhão) no período.

Por fim, os aumentos de US$ 375,6 mil nos embarques de creme de leite para a República Dominicana, US$ 235,5 mil para o Catar e US$ 218,7 mil para o Paraguai nos primeiros sete meses de 2020 contribuiu para o aumento de US$ 1,3 milhão no agregado das vendas do produto em 2020, em relação ao mesmo período de 2019.”

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER