A Fonterra continua otimizando suas operações no Chile após a fusão da Soprole e da Prolesur em uma única entidade.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
A Fonterra continua otimizando suas operações no Chile após a fusão da Soprole e da Prolesur em uma única entidade.

“Anteriormente, a Soprole e a Prolesur eram duas empresas de capital aberto. Em 1º de março de 2021, a Soprole é a única empresa listada sob a qual os negócios da Prolesur estão agora localizados”, disse o CEO da Fonterra para a África, Oriente Médio, Europa, Norte da Ásia e Américas, Kelvin Wickham.

Ele afirma que as operações diárias e a gestão dos dois negócios permanecem inalteradas, mas “a simplificação da estrutura corporativa das duas entidades faz parte do plano previamente anunciado da Fonterra para simplificar suas operações no Chile por meio de uma melhor integração da Soprole e Prolesur.”

A Prolesur é uma processadora de leite no sul do Chile que vende a maior parte de sua produção para a Soprole. No final de 2019, a Fonterra anunciou que agora detinha 99,9% da Prolesur e a mudança permitiu uma melhor integração dos dois negócios.

Os documentos relativos à incorporação referiam-se a aumento de capital. No entanto, segundo Wickham, o aumento de capital foi parte do processo de incorporação. Essa mudança na estrutura corporativa não exigiu novo capital da Fonterra.

O primeiro relatório consolidado das duas empresas está previsto para abril. Em 2019, a Soprole relatou uma queda de 30% no lucro anual, enquanto a Prolesur também relatou um prejuízo.

A Fonterra não quis comentar sobre como a empresa chilena continua à frente desse relatório consolidado. Mas, de acordo com o relatório anual do Ministério da Agricultura do Chile, a produção de leite cru para processadores aumentou 6,1% em 2020, para 2,275 bilhões de litros.

A recepção de leite cru da Soprole cresceu 2,3%, para 187,3 milhões de litros, mas a arrecadação da Prolesur aumentou 31,6%, para 293,8 milhões de litros. A Fonterra disse anteriormente que tem trabalhado em estreita colaboração com os agricultores chilenos para recuperar a confiança e preços competitivos.

destino do investimento chileno ainda não foi determinado, já que a Fonterra agora está amplamente focada no leite da Nova Zelândia.

O CEO da Fonterra, Miles Hurrell, disse anteriormente que a Fonterra se sente “bem” com o negócio. No entanto, ele também disse que é um negócio independente e “não faz parte de nossa estratégia de lácteos da Nova Zelândia para o mundo.

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER