Missão da Perfect Day é desenvolver alternativas aos laticínios replicando as proteínas do leite
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Missão da Perfect Day é desenvolver alternativas aos laticínios replicando as proteínas do leite

“Lidamos com o problema utilizando tecnologia para oferecer o produto que as pessoas desejam” (Foto: Perfect Day/Divulgação)

A foodtech Perfect Day, que está desenvolvendo “leite sem vaca”, foi eleita nos EUA a “Empresa do Ano” pela revista de tecnologia e negócios Fast Company, que anunciou sua chegada ao Brasil em dezembro de 2020.

A missão da Perfect Day, fundada por Perumal Gandhi e Ryan Pandya em 2014, é desenvolver alternativas aos laticínios replicando as proteínas do leite. Ou seja, por meio de novas tecnologias de fermentação.

Em julho de 2019, para avaliar a receptividade de seu primeiro produto com potencial comercial, a Perfect Day lançou uma linha limitada de sorvetes que se esgotou em menos de 24 horas.

Gandhi relatou à Fast Company que, por serem veganos, decidiram desenvolver produtos que pudessem estimular os consumidores a optarem por opções sem leite.

Eles entenderam que para muitos isso dependeria também se conseguiriam imitar o sabor e a textura do leite de vaca e seus derivados.

“Do ponto de vista da funcionalidade, aquela esticada em seu queijo muçarela ou aquela textura cremosa no sorvete é resultado da proteína fazendo sua mágica”, diz Gandhi, acrescentando que recriar esses resultados sem utilizar vacas é possível replicando o código genético por meio de microorganismos.

Hábitos alimentares e impacto ambiental 

Dessa forma, a Perfect Day tem recriado proteínas idênticas às lácteas em biorreatores semelhantes aos tanques utilizados na produção de cerveja. Segundo Perumal Gandhi, é mais fácil fazer com que as pessoas mudem seus hábitos alimentares quando elas têm à sua disposição um produto que oferece uma experiência semelhante àquela com a qual estão acostumados.

“Lidamos com o problema utilizando tecnologia para oferecer o produto que as pessoas desejam.” A diferença é que é mais benéfico para o meio ambiente e para os animais.

A Perfect Day estima que sua alternativa à proteína láctea emita de 85 a 97% menos emissões de gases de efeito estufa do que a produção convencional.

“Não há dúvida de que nossa sociedade e planeta estão enfrentando tempos profundamente preocupantes. Portanto é importante reconhecer as empresas que estão usando sua engenhosidade, impacto, design, escalabilidade e paixão para resolver esses problemas”, declarou a editora-chefe da Fast Company, Stephanie Mehta.

Em Abril, o ator e produtor Leonardo DiCaprio foi apresentado como o novo conselheiro da Perfect Day. “A visão de futuro da Perfect Day oferece um novo modelo para reduzir o impacto que nossas dietas têm no planeta”, declarou DiCaprio.

Modelo de negócio assegura avanço tecnológico, aumenta produtividade e lucros de produtores.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER