Segundo o ministro, o Brasil é terceiro produtor mundial de leite e se destaca pela produção de mais de 35 bilhões de litros por ano.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Segundo o ministro, o Brasil é terceiro produtor mundial de leite e se destaca pela produção de mais de 35 bilhões de litros por ano. Foto: Agência Brasil

As perspectivas para o setor leiteiro estão sendo discutidas em Brasília por produtores, representantes da agroindústria e autoridades da área na primeira edição do Fórum Nacional do Leite. Organizada pela Associação Brasileira de Produtores de Leite (Abraleite) em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e com apoio do Banco do Brasil, o evento terminou nesta quarta-feira (13).

A abertura do encontro teve a presença dos ministros da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marcos Montes; e do Meio Ambiente, Joaquim Leite; e do presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Carlos Melles.

Montes destacou os números do setor leiteiro, dizendo que o setor tem grande importância econômica e social para o Brasil. De acordo com o ministro, atualmente, o Brasil é o terceiro produtor mundial de leite, com mais de 35 bilhões de litros por ano. O setor emprega cerca de 4 milhões de pessoas em 98% das cidades brasileiras, disse o ministro.

Além dos debates, o evento tem exposições de produtores de leite e de queijos artesanais. O presidente do Sebrae enfatizou a evolução do Brasil na produção de queijo. O país é o quinto produtor mundial e tem cinco indicações geográficas registradas no Instituto Nacional de Propriedade Industrial: queijo canastra (MG), queijo de Campos de Cima da Serra (SC e RS), queijo da Colônia Witmarsum (PR), queijo de Marajó (PA) e queijo do Serro (MG).

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

“Noventa por cento dos produtores de leite têm até 100 animais em suas fazendas. Nossos queijos artesanais são uma marca registrada brasileira, como o queijo da Canastra, reconhecido como um dos melhores do mundo em diversas premiações”, declarou.

O 1º Fórum Nacional do Leite ocorre na sede do Sebrae Nacional, em Brasília.

Com informações de Agência Brasil

O rigoroso controle de custos e as melhorias de produtividade permitem que a Danone compense até certo ponto o aumento dos custos.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER