A Frimesa Cooperativa Central inaugura, na tarde desta terça-feira (13/12), às 17h, em Assis Chateaubriand, no Oeste do Paraná, o maior projeto agroindustrial de sua história: o novo frigorífico, que será a maior unidade de processamento de suínos da América Latina.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
frimesa 12 12 2022
FOTO: Assessoria Copagril

A cerimônia contará com a presença da diretoria da Frimesa, corpo gestor, autoridades e lideranças do cooperativismo, entre elas o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken.

Operação – O início das atividades do novo frigorífico ocorrerá a partir de janeiro de 2023. Trata-se de uma indústria moderna, construída dentro das exigências atuais de controle sanitário, com equipamentos de última geração, que irá começar a abatendo pelo menos 4.000 suínos por dia, quantidade esta que será abastecida pelas cooperativas filiadas. “Nosso planejamento diz que é necessário o abate de 7.500 suínos por dia para alcançar o ponto de equilíbrio. Acredito que, com os esforços dos associados das cooperativas filiadas, logo chegaremos ao necessário. Todavia, a capacidade deste novo frigorífico é 15.000 suínos por dia, quantidade que alcançaremos ao longo de alguns anos”, pontua o presidente da Frimesa, Valter Vanzella.

Sobre a Frimesa – A Frimesa é uma central formada por cinco cooperativas agropecuárias: Copagril, C.Vale, Copacol, Lar e Primato. Ela é a 1ª colocada no Paraná em abate de suínos, a 4ª maior empresa do Brasil nesse segmento, e está entre as 10 maiores indústria de lácteos no país. A Frimesa é a 194ª maior empresa e a 11ª maior cooperativa do Brasil. É 14ª maior empresa do Paraná, e está em 23º lugar no ranking do sul, conforme dados da Revista Exame, em estudo fundamentado em informações de 2020. Presente no mercado brasileiro de alimentos há 44 anos, a Frimesa industrializa carne suína e derivados de leite, com foco na produção de alimentos de valor agregado. São mais de 9.000 colaboradores e mais de 20.000 pessoas envolvidas na cadeia produtiva. (Com informações das Assessorias de Imprensa da Frimesa e Copagril)

É praticamente impossível tirar certos aperitivos do gosto do brasileiro. Sabendo disso, uma pesquisa decidiu apurar um dos nossos xodós do cardápio nacional e elegeu o melhor requeijão que hoje é vendido no Brasil.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER