Os Bernese Mountain Dogs eram usados para transporte de laticínios para a produção de chocolates e queijos suíços.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Pixabay Bernese Mountain Dog quase foi extinto com a industrialização das produções de derivados do leite na Suíça

O Bernese Mountain Dog é um cachorro de porte grande com temperamento calmo e gentil, são companheiros ideais para famílias com crianças e outros animais.

De origem suíça, o Bernese Mountain Dog, ou simplesmente Boiadeiro Bernês, como é mais conhecido no Brasil, foi criado para atuar como cão de guarda, além de ajudar nos trabalhos no campo, como cão de tração – puxando carroças – e a cuidar de rebanhos, protegendo os animais de possíveis predadores. Inicialmente era chamado de Durrbachler, nome dado devido à região onde viviam, nos Alpes de Durrbach, região da Suíça.

Algumas teorias apontam que os cães da raça chegaram a ser usados como cães de guarda por soldados romanos, devido a pinturas em vasos antigos que mostram cães muito parecidos com os Bernese, alguns especialistas acreditam que esses cães guardadores de rebanho locais tenham cruzado com Mastim, dando origem à raça.

Embora o Bernese fosse muito popular e utilizado em uma série de funções agrícolas, sendo inclusive muito importantes para o transporte de laticínios usados na produção de chocolate e queijo, por volta do ano de 1800, a raça quase foi extinta. Isso aconteceu por terem “perdido a utilidade”, com a chegada da pecuária mecanizada.

Nos anos seguintes, criadores e admiradores da raça uniram esforços para recuperá-la e conseguiram. Em 1900 os Berneses Mountain Dogs se tornaram os cães como são conhecidos até os dias de hoje e, já em 1902 e 1904, passaram a ser apresentados em exposições caninas. Até que, em 1907, o professor Albert Heim liderou a formação do Clube Suíço de Durrbach, um clube dedicado à raça. Em pouco tempo, o Bernese era, mais uma vez, um dos cães mais populares entre fazendeiros, além de grandes companheiros dos chefes de família suíços.

Em 1926, um fazendeiro do Kansas, nos Estados Unidos, importou um casal de Berneses para sua fazenda e, em 1937, o primeiro Bernese Mountain Dog era registrado oficialmente pelo American Kennel Club.

No Brasil, a raça já foi conhecida como Bouvier Bernesiano, nome que já caiu em desuso. Por aqui foi bastante usado como cão de pastoreio e também de tração, para puxar pequenas carroças com produtos hortigranjeiros. Nos Alpes baixos da cidade de Berna, terra natal da raça, ela é mais conhecida como Berner Sennenhund.

Sondagem do Sincovaga consultou 17 supermercados em quatro regiões; cesta de 16 itens pode ser até 40% mais cara, dependendo do estabelecimento.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER