O valor de referência do leite previsto para outubro no Rio Grande do Sul é de R$ 1,5482 e fica 5,18% abaixo do preço consolidado de setembro, que foi de R$ 1,6327.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

O valor de referência do leite previsto para outubro no Rio Grande do Sul é de R$ 1,5482 e fica 5,18% abaixo do preço consolidado de setembro, que foi de R$ 1,6327. Os números foram apresentados ontem da reunião do Conselho Paritário Produtores/Indústrias de Leite do Estado  (Conseleite/RS). Mesmo com o recuo, os valores são muito superiores aos da mesma época em 2019, quando o projetado para outubro era de R$ 1,0609 e o consolidado de setembro fechou em R$ 1,0991.

As diferenças sobre o ano passado são explicadas pela cadeia produtiva como resultantes de aumento da demanda, provocado por mudanças de hábitos de consumo durante a pandemia da Covid-19 e influenciado também pelo auxílio governamental federal e, ainda, pelo aumento dos custos.

O presidente do Conseleite/RS, Rodrigo Rizzo,  destaca que o preço do milho e do farelo de soja, componentes da ração do gado leiteiro, está muito alto. “O insumo está muito elevado em decorrência da frustração da safra de verão e também da estiagem desta primavera, que interfere na produção do milho”, explica.

O dirigente destaca que os níveis de produção interna de leite continuam estáveis e que ainda não é possível mensurar um cenário após o fim do pagamento da última parcela da ajuda federal, de R$ 300, previsto para dezembro deste ano.

Modelo de negócio assegura avanço tecnológico, aumenta produtividade e lucros de produtores.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER