ICPLeite/Embrapa - Em outubro, a inflação do custo de produção de leite foi 2,21%. Os maiores impactos ocorreram nos grupos referentes à alimentação do rebanho
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

ICPLeite/Embrapa – Em outubro, a inflação do custo de produção de leite foi 2,21%. Os maiores impactos ocorreram nos grupos referentes à alimentação do rebanho, como o Alimentação concentrada, o grupo com maior peso na ponderação do indicador, que subiu 3,71% e o grupo Produção e compra de volumosos, com aumento de 2,94% Em seguida Sal mineral apresentou aumento de 2,41%, Energia e combustível, 0,72% e Sanidade, 0,25%.

Os grupos Mão de obra e Reprodução não variaram e o grupo Qualidade do leite apresentou retração de -1,16%. Os dados por grupos de custos encontram-se na Tabela 1.

O último trimestre de 2020 começou com inflação acumulada de 14,12%. O grupo Alimentação concentrada, registrou alta de 29,68%, descolando dos demais grupos, que tiveram variações abaixo de dois dígitos. Deflação só foi verificada no grupo Reprodução, que apresentou queda de -1,28%. Os dados encontram-se na Tabela 2.

Em 12 meses, a variação do indicador foi 16,38%. Acima de duas casa decimais só ficou o grupo Alimentação concentrada, com aumento expressivo de 35,74%. Devido ao seu peso dentro da ponderação do indicador, o custo da Alimentação concentrada foi o grupo que mais impactou a variação verificada. Deflação só foi verificada no grupo e Reprodução, -1,28%. Os dados encontram-se na Tabela 3.

Manuela Lana

 Paulo Martins

Alziro Carneiro

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER