Índice FAO dos Lácteos – O Índice FAO dos produtos lácteos fechou fevereiro em 192,4 pontos, uma alta de 10,3 pontos (5,6%) em relação a janeiro e um valor próximo ao de fevereiro do ano passado.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Índice FAO dos Lácteos – O Índice FAO dos produtos lácteos fechou fevereiro em 192,4 pontos, uma alta de 10,3 pontos (5,6%) em relação a janeiro e um valor próximo ao de fevereiro do ano passado.

As cotações internacionais de todos os produtos lácteos (que fazem parte do índice) subiram em fevereiro. O maior aumento em valor mensal e percentual foi registrado no leite em pó desnatado, vindo em seguida o leite em pó integral, depois o queijo e a manteiga. Uma forte demanda por importação, em particular para a oferta procedente da Oceania, pressionou para cima os preços do leite em pó desnatado e integral, mas também do queijo. No que se refere à manteiga, a recuperação sazonal da produção prevista na Oceania nos próximos meses contribuiu para manter os preços em equilíbrio.

O preço médio da cesta de derivados lácteos variou negativamente no mês de novembro/2021. Na média ponderada, a retração foi de 7,21%, em relação dos preços observados pela indústria de laticínios no mês anterior. O resultado foi divulgado nesta segunda-feira (29/11) no Boletim de Mercado do Setor Lácteo Goiano.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER