"> Leche Liconsa, com milhões em perdas e demonstrações financeiras em falta - eDairyNews-BR
Uma auditoria interna na Liconsa detectou perdas de milhões de dólares na venda de leite.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
LEITE LICONSA, COM MILHÕES EM PERDAS E DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM FALTA

Além disso, existe uma falta de controlo administrativo que se manifestou na perda de declarações financeiras no valor de cinco meses, revelou uma investigação por “Mexicanos Contra a Corrupção e a Impunidade”.

Que tipo de leite Liconsa gerou perdas?

De acordo com o “Presupuesto de Metas de Venta de los Productos Comerciales” para 2020, a Liconsa projectou vender 36 milhões de litros de leite UHT (ultra-pasteurizado). No entanto, a agência conseguiu vender apenas 21 milhões de litros, o equivalente a 59%.

Isto causou à Liconsa a perda de 37,9 milhões de pesos nas vendas de leite UHT de Janeiro a Novembro de 2020, segundo um relatório do Organismo de Controlo Interno (OIC) da empresa estatal.

De acordo com a auditoria, as perdas nas vendas de leite UHT deveram-se a uma falha na implementação de mecanismos de controlo; cancelando contratos já comprometidos, tendo deficiências na logística e desperdiçando a capacidade de uma das suas fábricas.

O relatório também observou que a Liconsa extraviou as demonstrações financeiras de Janeiro a Junho de 2020, de acordo com um relatório apresentado aos auditores.

Entre as falhas apontadas pela OCI, encontram-se que enquanto algumas plantas excederam os objectivos acordados, outras ficaram aquém dos objectivos. Por exemplo, no caso da Gerencia Metropolitana Sur (uma das maiores fábricas localizadas em Valle de Chalco, Estado do México), foram projectadas vendas de 2 milhões de 170 mil litros de leite UHT para todo o ano de 2020, mas o relatório de vendas registou um total de apenas 919 mil litros, ou seja, 42 por cento de conformidade.

Qual é o preço do leite Liconsa nos supermercados?

Para além do programa de abastecimento social, a Liconsa vendia o seu leite em supermercados há 10 anos. A medida foi tomada para obter recursos adicionais para subsidiar os beneficiários do programa de abastecimento da instituição.

Os empregados dos supermercados mencionaram que desde 2011 e até ao início da pandemia, a Liconsa distribuiu várias apresentações de leite ultra-pasteurizado a supermercados para venda ao público em geral, ou seja, àqueles que não eram beneficiários do programa social.

Nos supermercados, um litro de leite foi vendido por cerca de 17 pesos, enquanto que as apresentações das crianças foram oferecidas por cerca de cinco pesos. Ambas as apresentações foram as mais baratas do mercado.

Para que serve o programa Liconsa?

Segundo o documento do OIC, a queda na venda deste produto, bem como a aplicação incorrecta do Plano de Negócios do Programa Comercial 2020, levou a Liconsa a não gerar rendimentos adicionais e, por conseguinte, o objectivo empresarial da empresa não foi cumprido.

De acordo com os seus estatutos, o objectivo empresarial da Liconsa é “contribuir para o cumprimento efectivo do direito social à alimentação, facilitando o acesso das pessoas cujo rendimento é inferior à linha de bem-estar, ao consumo de leite fortificado de qualidade”; portanto, vendas inferiores às projectadas significariam também que o leite não está a chegar às famílias mais necessitadas.

Mais dinheiro para o leite Liconsa, mas menos resultados

Para 2020, o Tesouro tinha autorizado à Liconsa um orçamento de 1,768 mil milhões de pesos; contudo, documentos revelaram que a empresa estatal solicitou quatro prorrogações orçamentais ao Ministério das Finanças num total de 1,2 mil milhões de pesos. Por outras palavras, acabaram por ter 70 por cento mais recursos do que o orçamento original.

Isto apesar de uma auditoria realizada pelo próprio Organismo de Controlo Interno da Liconsa no início de 2020 ter revelado que, no primeiro ano do actual governo, apenas 5 milhões 871.000 pessoas receberam leite subsidiado em vez dos 6 milhões 350.000 cobertos no ano anterior. Isto deixou de fora quase 500.000 mexicanos, fazendo de 2019 o ano com a cobertura mais baixa numa década.

Já em Setembro de 2020, MCCI publicou que até ao nono mês do ano a Liconsa já tinha gasto todos os recursos de que dispunha para a compra de leite. Contudo, os fornecedores de três Estados alegaram que tinham sofrido atrasos nos seus pagamentos.

Para o próximo ano, o Projecto de Orçamento das Despesas considera uma redução dos recursos para a Liconsa.

Traducción: DeepL

É a primeira vez na história que uma carga de leite brasileiro é exportado para a China. Cooperativa gaúcha é a responsável pelo feito.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER