Scot Consultoria afirma que laticínios aumentaram a destinação da matéria-prima para a produção de leite UHT
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Milk gallon, in a brazilian rural region, with someone behind it.
galão de leite, origem animal

Foto: Ministério da Agricultura

Os preços dos lácteos no mercado atacadista recuaram na primeira quinzena de abril. Considerando a média de todos os produtos pesquisados pela Scot Consultoria, a queda foi de 0,2% frente a segunda metade de março.

O leite longa vida (UHT) foi o produto com a maior desvalorização, de 4,6% na primeira metade deste mês. Isso aconteceu porque com um maior impacto na cadeia produtiva do queijo, devido ao fechamento de restaurantes e redes de food service, houve uma maior destinação do leite captado pelas indústrias para produção do leite UHT.

Além disso, os varejistas continuam trabalhando com estoques regulados e um consumo mais comedido pela população, passado o movimento de corrida aos supermercados para estocagem, que contribuíram para o cenário de baixa.

Para a segunda quinzena de abril, a incerteza quanto ao consumo persiste em função do período de quarentena, o que mantém o viés de baixa, principalmente para os produtos de maior valor agregado.

Tendência é que falte matéria-prima com possível desistência da atividade leiteira

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER