Comentarista Benedito Rosa critica que enquanto governo brasileiro prorroga dívidas e oferece mais crédito bancário, nos EUA, Trump deu US$ 3 bilhões aos produtores de leite
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Comentarista Benedito Rosa critica que enquanto governo brasileiro prorroga dívidas e oferece mais crédito bancário, nos EUA, Trump deu US$ 3 bilhões aos produtores de leite

A pandemia causada pelo novo coronavírus reduziu as vendas das indústrias de leite e queijos em 40%, aponta a Associação das Pequenas Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul (Apil). Segundo a entidade, o setor está recebendo o produto do campo, mas não consegue repassar ao consumidor todo o volume que é produzido.

Na avaliação do presidente da associação, Délcio Giacomini, os governos têm que adotar iniciativas de geração de capital de giro para poder bancar o leite produzido pelo produtor que as indústrias recebem.

O comentarista do Canal Rural e ex-secretário de política agrícola do Ministério da Agricultura, Benedito Rosa, comenta as diferenças nos pacotes de auxílio que os governo do Brasil e dos Estados Unidos ofereceram aos produtores de leite afetados pela pandemia do coronavírus.

Para os pecuaristas norte-americanos, ele ressalta que o presidente Donald Trump dará US$ 3 bilhões para compensar as perdas de renda. Já aqui no Brasil, ele critica que o máximo que o governo conseguiu fazer foi prorrogar dívidas e oferecer mais crédito bancário.

“São caminhos diferentes. Numa situação como essa, o produtor de leite dos EUA após a pandemia vai voltar a produzir. No Brasil, produtor de leite não vai voltar a produzir”, afirma.

 

Tendência é que falte matéria-prima com possível desistência da atividade leiteira

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER