O cenário é de produção de leite fluido em queda nas principais bacias leiteiras, mas as dificuldades de escoamento pesando sobre os preços dos lácteos.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O cenário é de produção de leite fluido em queda nas principais bacias leiteiras, mas as dificuldades de escoamento pesando sobre os preços dos lácteos.

No atacado, as cotações, considerando todos os produtos lácteos pesquisados pela Scot Consultoria, ficaram praticamente estáveis em abril, mas subiram no varejo, na comparação mensal.

Nas indústrias, o leite longa vida (UHT) apresentou ligeira queda em abril, de 0,3%. Os preços do queijo muçarela, da manteiga, por sua vez, aumentaram ligeiramente.

No mercado varejista, considerando a média de todos os produtos pesquisados em São Paulo, na comparação mês a mês, houve alta de 1,4%.

No caso do preço do leite longa vida (UHT), o aumento foi de 1,7% em abril, frente a março desse ano, apesar da queda de 0,3% na comparação quinzenal.

Para o leite em pó, a valorização foi de 1,9% em abril, na comparação mensal, enquanto os queijos subiram 2,4% no mesmo período.

Para saber mais sobre o mercado de leite, custos de produção, clima, preços dos lácteos no atacado e varejo e expectativas para a cadeia assine o Relatório de Mercado de Leite da Scot Consultoria.

A Scot Consultoria também realiza palestras e treinamentos de mercado na área de pecuária de leite.

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER