Com custos de produção elevados, comentarista afirma que está impossível fechar as contas no azul e que muitos produtores deixarão a atividade
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Com custos de produção elevados, comentarista afirma que está impossível fechar as contas no azul e que muitos produtores deixarão a atividade

Conselho Monetário Nacional (CMN) anunciou medidas de auxílio para o setor de leite. As resoluções prorrogam débitos com instituições financeiras e disponibilizam crédito para retenção de matrizes e para que a indústria faça estoques.

Porém, as medidas não são suficientes, segundo o comentarista Benedito Rosa, que é ex-secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura e produtor de leite. Ele afirma que se tratam de ações paliativas e que o governo não entendeu o tamanho do problema.

“O governo não está entendendo que não é uma situação passageira. É uma crise grave. A conta não fecha por conta dos custos de produção, não dá para produzir leite”, afirma.

O sentimento de Benedito Rosa é o mesmo do produtor goiano Thiago Rodrigues. Segundo ele, está difícil garantir alimentos para os animais, já que a ração e os adubos usados nas pastagens estão bem mais caros.

“O pecuarista está cortando o milho e pensando se vale ensilar ou se seca e vende o grão. Estamos falando em saca de milho a R$ 80 e farelo de soja a R$ 150. Está impossível equilibrar os custos”, diz Thiago Rodrigues.

Para piorar, o produtor de leite não tem segurança quanto ao valor do produto no futuro, de forma que não sabe se o investimento vai se pagar.

“Tem também as incertezas com a produção de milho, com a cigarrinha, problemas climáticos, plantio tardio e exportação em nível muito alto. De concreto, o que temos são custos nas nuvens até 2022. E ao invés do preço do leite acompanhar, está caindo”, afirma Benedito Rosa.

O comentarista afirma que a única saída é fazer uma seleção rigorosa das matrizes e vender as menos produtivas para abate. Porém, ele alerta que muitos serão obrigados a deixar a atividade.

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER