Os fatores sazonais impactam diretamente a produção de leite no país, que costuma transitar da entressafra para a safra de acordo com o início das chuvas, que se efetivará na primavera.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
leite

Por Daniele Balieiro/AGRONEWS® com informações do Imea

Assim, foi observado, até o momento, a menor captação de leite para julho da série do Imea, com registro de índice de 41,31 para o mês. No entanto, de acordo com os dados do TempoCampo, as chuvas para os próximos 30 dias poderão acumular de 0 a 25 mm no noroeste, norte e parte do médio-norte de Mato Grosso.

Ademais, a tendência das precipitações segundo o NOAA é de chuvas acumuladas acima da média em grande parte do estado, acarretando a melhora da qualidade da alimentação animal e, consequentemente, aumento da produção. Dada essa conjuntura, a expectativa para o preço pago ao produtor para os próximos meses é de recuo com a retomada das águas em Mato Grosso.

Mercado Financeiro

  • Alta: devido ao aumento do preço da matéria-prima, o preço do leite UHT subiu 32,14% ante a junho de 2022 e fechou a média em R$ 7,40/l em Mato Grosso;
  • Elevação: com o avanço da entressafra e oferta limitada no campo, o preço do leite pago ao produtor Cepea-Brasil, avançou 11,93% ante a julho de 2022 e atingiu média de R$ 3,57/l;
  • Queda: diante da valorização do preço do leite, somada à redução no preço do milho, a relação de troca leite/milho apresentou queda de 18,00% e fechou em 19,48 l/sc.

AGRONEWS® é informação para quem produz

Boletim de Preços
Informe com análise e acompanhamento das variações de preços de indicadores de interesse da cadeia do leite.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER