#Leite integral, semidesnatado, pasteurizado… Você conhece as diferenças? – eDairyNews Últimas notícias
Sin categoría |15 agosto, 2014

Indústria | #Leite integral, semidesnatado, pasteurizado… Você conhece as diferenças?

Já reparou na variedade de tipos de leite disponíveis nas prateleiras dos supermercados? Para escolher aquele que atende melhor às…

Já reparou na variedade de tipos de leite disponíveis nas prateleiras dos supermercados? Para escolher aquele que atende melhor às suas necessidades, é importante conhecer suas propriedades, como teor de gordura e valor nutricional. Com base nestas informações você poderá optar pelo produto ideal para a sua saúde!

Em relação ao teor de gordura, os leites se classificam em:

Integral – O leite integral é uma excelente fonte de cálcio e proteínas, mas, para atender a esta classificação, deve conter, no mínimo, 3% de gordura.

Semidesnatado -O leite semidesnatado apresenta menor teor de gordura (de 0,6 a 2,9%). É considerado uma excelente fonte de cálcio e proteínas, pois mantém o mesmo teor destes nutrientes que o leite integral. É indicado para pessoas que queiram ingerir menos gordura para diminuição de peso corporal ou por problemas como colesterol alto no sangue.

Desnatado – O leite desnatado apresenta redução ainda maior no teor de gordura em relação ao semidesnatado: deve conter, no máximo, 0,5% de gordura. Este leite é indicado para pessoas que precisem ingerir ainda menos gordura para diminuição de peso corporal ou por problemas como colesterol alto no sangue. Apesar da diminuição de gordura, o leite desnatado mantém o mesmo teor de cálcio e proteínas que os demais tipos de leite.

 
Em relação aos métodos de processamento, os leites se classificam em:

Pasteurizado – É o leite que foi submetido ao tratamento térmico que consiste no aquecimento à temperatura de 72 a 75°C por 15 a 20 segundos, e refrigeração à temperatura de 2 a 5°C, sendo envasado em seguida. O objetivo da técnica é destruir micro-organismos causadores de doenças.

Longa vida (UHT) – Durante o processo UHT, o leite é submetido a altas temperaturas e chega a alcançar 150°C em poucos segundos. Assim, elimina praticamente todos os micro-organismos – até mesmo as bactérias inofensivas. Tanto o processo UHT como sua forma de envasamento colaboram para que seu prazo de validade seja maior.

Homogeneizado – A homogeneização é um processo mecânicos que evita o surgimento da nata. O processo consiste na inserção do leite em um equipamento chamado homogeneizador, que trabalha a alta pressão. A diferença de pressão da entrada do leite com a pressão interna do equipamento são responsáveis pela quebra do glóbulo de gordura em glóbulos menores.

Leite em pó – Esse produto nada mais é que o leite desidratado, do qual se retirou toda a água por meio de aquecimento. O processo dura poucos segundos, evitando o cozimento do leite, o que alteraria suas propriedades.

Leite condensado – Deste tipo de leite é retirada apenas uma parte da água, acrescentando-se açúcar para prevenir ou retardar alterações.

Leite evaporado – É um produto parcialmente desidratado, esterilizado e acondicionado em embalagens hermeticamente fechadas – por essa razão, não precisa ser armazenado sob refrigeração.

E atenção: a classificação dos leites em tipo A, B e C não existe mais. Desde janeiro de 2012 apenas o tipo A no mercado. A antiga classificação «alfabética» – determinada pelo Ministério da Agricultura em 2002 – dizia respeito ao grau de higiene da ordenha (teor microbiológico do produto) e o lugar onde o leite era envasado. Mas, atualmente, todo leite é processado e embalado na própria fazenda leiteira, evitando que a bebida seja transportada crua e, assim, aumentando a chance de reprodução de micro-organismos nocivos à saúde.

Legislação

A Instrução Normativa nº 62 entrou em vigor em 1º de janeiro de 2012 e prevê parâmetros para a qualidade do leite como Contagem Bacteriana Total (CBT) e Contagem de Células Somáticas (CCS). O texto atualizou as exigências da IN nº 51/2002, que norteou a proposta do Plano Nacional de Melhoria da Qualidade do Leite. (Fontes: Sadia, Revista Superinteressante e Ministério da Agricultura).

http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-27–168-20140815

Aviso legal sobre propriedade intelectual em conteúdo digital

Todas as informações contidas nestas páginas que NÃO são de propriedade da eDairy News e NÃO são consideradas "de domínio público" pelos regulamentos legais são marcas registradas de seus respectivos proprietários e reconhecidas por nossa empresa como tal. A publicação no site eDairy News é feita com a finalidade de coletar informações, respeitando as normas contidas na Convenção de Berna para a Proteção das Obras Literárias e Artísticas; na Lei 11.723 e demais normas aplicáveis.

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas