A 22ª edição da tradicional feira do agronegócio Expodireto Cotrijal ocorrerá entre 7 e 11 de março, em Não-Me-Toque.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
“O lançamento da Expodireto é um momento importante, que marca a força do agronegócio gaúcho", disse o governador - Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Depois de um 2021 sem a realização presencial, por conta da pandemia de coronavírus, a edição de 2022 será híbrida. O governador Eduardo Leite participou, na manhã desta segunda-feira (7/2), do lançamento da feira, no Hotel Deville, em Porto Alegre.

“O lançamento da Expodireto é um momento importante, que marca a força do agronegócio gaúcho, nossa capacidade de produzir e de resistir às dificuldades. Estamos enfrentando uma estiagem que naturalmente preocupa, que afeta desde já nossa produção, mas o povo gaúcho é forte, é trabalhador, e temos certeza de que vamos superar este momento crítico. Por isso, a feira se releva ainda mais importante, mais relevante, porque ajuda a potencializar, a partir dos negócios que ali são tratados, essa capacidade de produção na nossa agricultura”, disse o governador.

Embora a estiagem seja um problema que acomete o Rio Grande do Sul com alguma frequência, carecia ao Rio Grande do Sul a capacidade para fazer investimentos preventivos em programas de barragem, de açudagem e de perfuração de poços. Em dezembro do ano passado, o governo do Estado anunciou o Avançar na Agropecuária e no Desenvolvimento Rural, com aporte de R$ 275,9 milhões – o dobro do que já foi investido no setor nos últimos 10 anos.

O investimento histórico é voltado ao atendimento de três grandes eixos estratégicos. Um deles é a qualificação da irrigação, para a qual serão destinados R$ 201,42 milhões. Os demais eixos são fortalecimento da agricultura familiar (R$ 35,34 milhões) e melhorias nos acessos às propriedades para facilitar o escoamento da produção agropecuária (R$ 39,15 milhões).

51867792786 e9aca69d74 k
“Não pouparemos esforços e recursos para que possamos reduzir os impactos da estiagem em nosso Estado”, disse Leite – Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

“Estamos acompanhando a situação junto às entidades que representam o setor. Tudo o que for necessário será feito. Não pouparemos esforços e recursos para que possamos reduzir os impactos da estiagem em nosso Estado”, garantiu Leite.

Sempre na vanguarda, a Expodireto tem como objetivo aproximar produtores rurais, empresas de máquinas e equipamentos, instituições financeiras e de pesquisas, desenvolvedores de tecnologia e a agricultura familiar. Em 2020, atraiu cerca de 570 expositores, mais de 70 países e 250 mil visitantes. No total, foram R$ 2,6 bilhões comercializados.

Para a secretária da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Silvana Covatti, a Expodireto Cotrijal será uma oportunidade de o produtor rural ter contato com tecnologias de ponta, com a pesquisa, com novidades de mercado e com informações atualizadas.

“Tudo isso se torna ainda mais relevante quando nossa agropecuária atravessa um momento de dificuldade, por conta da estiagem, e no momento em que o produtor está em busca de ampliar cada vez mais a produtividade em suas lavouras, com sustentabilidade”, afirma Silvana.

Leite ressaltou que, mesmo enfrentando uma pandemia e uma estiagem em 2020, o Rio Grande do Sul registrou crescimento três vezes maior do que o do Brasil. “Estamos diante de um novo desafio, o da estiagem, mas é importante salientar que temos outro fôlego para fazer o enfrentamento”, disse.

Na manhã desta segunda (7), após o lançamento da feira, Leite se reuniu com a equipe de governo para debater ações de enfrentamento à estiagem. Nesta terça-feira (8/2), o governador terá uma agenda com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, Tereza Cristina, para dialogar sobre ações do governo federal que possam auxiliar a minimizar os danos gerados pela falta de chuvas. Além de anistia de financiamentos ou de parte deles, será proposto o estabelecimento de um crédito emergencial aos produtores rurais.

O evento também contou com a participação do deputado estadual Ernani Polo, do deputado federal Pedro Westphalen e do senador Luis Carlos Heinze.

A expectativa do setor é de que os preços no campo sigam firmes, à medida que a oferta continuou baixa em junho.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER