O valor pago ao produtor em maio pode ser pressionado devido às incertezas dos derivados durante a crise causada pelo novo coronavírus
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
GERAL035 Bovinos de leite- Manejo correto da ordenha Crédito:Kéke Barcelos/Embrapa Usada em 25-10-19 Usada em 26-12-19

O valor pago ao produtor em maio pode ser pressionado devido às incertezas dos derivados durante a crise causada pelo novo coronavírus

Segundo a pesquisadora do Cepea, Natália Grigol, a perspectiva de fechamento para o mês de maio e início de junho não são animadoras. “A gente tem observado o aumento da incerteza relacionada ao Covid e as indústrias lácteas passaram o mês de abril inteiro operando dentro deste cenário incerto”, disse.

“Durante o mês de abril, as indústrias tiveram outras estratégias de processamento e isso deve impactar o preço ao produtor que foi negociado em maio, muitos produtores já observaram essa queda”, analisou a pesquisadora.

Além disso, Natália ainda abordou que o Brasil se prepara para entrar na entressafra do leite, o que deve contribuir para a queda nos valores ao produtor. “A oferta de leite no campo já vai tender a diminuir ao longo desse mês, do próximo mês. Mas não teve jeito, acho que o principal fator que pode explicar essa derrubada de preços é exatamente esse cenário de incertezas e do risco das indústrias em aumentar seus estoques”, concluiu.

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER