Reportagem sobre como criar abelhas com apenas R$ 3 mil e sobre um pecuarista que está castrando animais ao nascimento para garantir qualidade na carne também foram as mais acessadas da semana
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Reportagem sobre como criar abelhas com apenas R$ 3 mil e sobre um pecuarista que está castrando animais ao nascimento para garantir qualidade na carne também foram as mais acessadas da semana

Foto: Município de Guaraciaba/ SC

Pensando no fato de que a alimentação do rebanho corresponde a 70% dos custos de produção da atividade leiteira e que no inverno, quando as opções nutricionais são reduzidas, os gastos do pecuarista tendem a subir, a empresa Biotrigo Genética resolveu desenvolver um tipo de trigo especial para pastejo.

O pecuarista Cleber Slaviero, de São Miguel do Oeste (SC), aumentou a produção diária em cinco litros por vaca no inverno após adotar a variedade.  “Notamos que as vacas comiam muito bem, era palatável e aumentou a quantidade de massa por área”, diz. Na propriedade dele, a cultura foi implantada em meados de maio e o primeiro corte foi em junho. Até novembro, o trigo rendeu oito cortes.

Confira esta e outras notícias que foram mais acessadas nesta semana:

5º-Tudo o que você precisa saber para iniciar uma criação de abelhas

A criação de abelhas pode ser um bom negócio para quem quer começar uma atividade no campo. O investimento em um apiário com 10 colmeias custa, em média, R$ 3.000. E o retorno do investimento pode acontecer em até três anos. A equipe da Família Nação Agro conheceu futuros produtores em um curso do Senar São Paulo e trouxe todas as dicas para começar nesta atividade.

4º-Abate de suínos sobe 3,4% em 2018 e fecha ano com recorde, diz IBGE

carne suína no frigorífico

Cerca de 44,2 milhões de suínos foram abatidos no Brasil no ano passado. O volume é recorde na série histórica da pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), iniciada em 1997. De acordo com o órgão, houve crescimento de 3,4% em relação a 2017. Saiba o resultado da carne bovina e de frango!

3º-Pecuarista de Rondônia está castrando animais ao nascimento para garantir qualidade na carne

O médico veterinário Ademir Ribeiro, que assessora várias fazendas rondonienses, mostrou ao programa Giro do Boi como é feito o procedimento de castração de um lote de bezerros meio sangue aberdeen logo na cura do umbigo. Segundo Ribeiro, a castração é simples, rápida e impacta o mínimo possível o animal. Confira a entrevista completa.

2º-Régua de escore corporal desenvolvida pela Embrapa aumenta em quase 20% resultado da IATF

regua, escore corporal, vaca

Um estudo conduzido na Embrapa Rondônia feito com 1.200 vacas de corte da raça nelore constatou que o uso de uma ferramenta que torna mais objetivo o processo de seleção de fêmeas para a Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) aumentou em quase 20% a taxa de prenhez, saltando de 51% (média nacional) para 61%.

A ferramenta se chama Vetscore e possui um conjunto de duas réguas articuladas entre si que, ao formar um ângulo, converte a condição corporal da matriz em cores que mostram se ela está em condição adequada para a inseminação ou monta natural. Leia a matéria!

1º-Leite: vaca produz até 5 litros a mais por dia com trigo especial para pastejo

cultivar de trigo Leno para pastejox, da Biotrigo Genética

Pensando no fato de que a alimentação do rebanho corresponde a 70% dos custos de produção da atividade leiteira e que no inverno, quando as opções nutricionais são reduzidas, os gastos do pecuarista tendem a subir, a empresa Biotrigo Genética resolveu desenvolver um tipo de trigo especial para pastejo.

O pecuarista Cleber Slaviero, de São Miguel do Oeste (SC), aumentou a produção diária em cinco litros por vaca no inverno após adotar a variedade.  “Notamos que as vacas comiam muito bem, era palatável e aumentou a quantidade de massa por área”, diz. Na propriedade dele, a cultura foi implantada em meados de maio e o primeiro corte foi em junho. Até novembro, o trigo rendeu oito cortes. Confira outros benefícios do produto.

Em novembro, o preço do leite registrou nova queda em Minas Gerais.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER