A companhia de lácteos Fonterra, da Nova Zelândia, obteve lucro de 599 milhões de dólares neozelandeses (US$ 419,3 milhões), depois de impostos, no ano fiscal 2021, encerrado em 31 de julho
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O resultado representa queda de 9% ante o período anterior. De acordo com a empresa, o resultado do ano fiscal 2020 foi beneficiado pelos desinvestimentos da DFE Pharma e da foodspring.

Em termos ajustados, o lucro depois de impostos aumentou 48%, para 588 milhões de dólares neozelandeses (US$ 1 = 1,4286 dólar neozelandês).

O preço final ao produtor na temporada 2020/21, encerrada em 31 de maio, ficou em 7,54 dólares neozelandeses por quilo de sólidos de leite. O dividendo pago pela Fonterra em 2020/21 será de 20 centavos de dólar neozelandês por ação. Com isso, o pagamento total aos cooperados ficará em 7,74 dólares neozelandeses por quilo de sólidos de leite.

“Embora o preço mais alto do leite e as margens estreitas tenham pressionado os lucros no último trimestre, esse é um forte desempenho geral dos negócios, permitindo que entreguemos 11,6 bilhões de dólares neozelandeses à economia da Nova Zelândia por meio do pagamento total aos produtores”, disse o CEO da Fonterra, Miles Hurrell.

Para a temporada 2021/22, a Fonterra estima o preço ao produtor entre 7,25 e 8,75 dólares neozelandeses por quilo de sólidos de leite. Hurrell disse que os preços de leite devem continuar altos. “Um preço alto do leite é bom para os produtores e bom para a economia da Nova Zelândia. No entanto, isso tem o potencial de comprimir nossas margens de vendas e afetar os lucros.”

O executivo disse que o impacto da pandemia de covid-19 continua a ser sentido, principalmente na cadeia de suprimentos. “Acreditamos que a tensão competitiva no mercado de transporte marítimo global deve continuar neste ano fiscal”, afirmou.

Deputado federal goiano conseguiu aprovar proposta que tramitava desde o início de 2019 em defesa de um mercado equilibrado na indústria láctea.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER