O rebanho brasileiro de búfalos, com cerca 1.371.000 animais em 2016, é o maior do Ocidente, sendo criado em 16 mil fazendas no país, empregando mais de 80 mil pessoas no campo e vem apresentando desde 2011 crescimento significativamente
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

O rebanho brasileiro de búfalos, com cerca 1.371.000 animais em 2016, é o maior do Ocidente, sendo criado em 16 mil fazendas no país, empregando mais de 80 mil pessoas no campo e vem apresentando desde 2011 crescimento significativamente superior ao observado em bovinos, suínos, ovinos ou frangos.

Em 2017, o faturamento dos criadores e indústrias chegou a um R$ 1,1 bilhão.

O búfalo fornece carne e leite. O leite de búfala tem mais gordura do que o de vaca e está na muçarela, no queijo frescal, na ricota e na burrata. O índice de gordura da carne de búfalo é muito menor do que o da carne bovina, permitindo uma carne magra e saudável.

É criado na maior parte do país para produção de uma carne que, apesar de muito semelhante à carne bovina, possui qualidades nutritivas e funcionais distintas. São abatidos anualmente 117 mil búfalos, movimentando um mercado de R$ 448 milhões.

Como espécie de dupla aptidão, das 437 mil matrizes criadas no país, 17% são utilizadas na produção de leite que, por seu maior teor de sólidos e características especiais tem cerca de 85% da produção transformada em laticínios, num mercado R$ 666 milhões anuais.

No Brasil, são comuns quatro raças de búfalo: uma de origem italiana, a Mediterrâneo; duas indianas, a Murrah e a Jafarabadi. E a Carabao, de origem filipina, a única adaptada às regiões pantanosas. No Brasil ela é encontrada na ilha de Marajó, no Pará, local onde os búfalos foram introduzidos no país no final do século XIX.

Encontro Brasileiro

Para debater mais sobre o mercado, Natal vai sediar o 13º Encontro Brasileiro de Babalinocultores, de 23 a 26 de outubro, no Hotel Ocean Palace Beach Resort, na Via Costeira, com a expectativa de 300 participantes nos quatro dias de evento. O evento conta com a assessoria de Luciana Fontes e terá como público alvo, professores universitários, criadores de búfalos, toda cadeia da carne e do leite, além de estudantes do agronegócio de diversas partes do mundo.

De acordo com o criador desde o ano 2000 de búfalos e presidente da comissão organizadora do Encontro de Bubalinos Francisco de Assis Veloso Júnior é um mercado que está em franca expansão.

Diversos assuntos serão abordados, dentre eles, a qualidade da carne bubalina, mercado de exportação para carne de búfalos e seus derivados e novas alternativas para o mercado do leite bubalino,

Fora as oito riquíssimas palestras sobre o tema, o ponto alto do evento será a visita a Fazenda Tapuio para conhecimento dos sistemas de pastejo rotacionado de sequeiro, incluindo os sistemas de cria e ordenha em carrossel sem ocitocina e sem bezerro. Na oportunidade, acontecerá entrega dos prêmios Mérito Criador, Mérito Empresa e Mérito Científico. Mais informações e inscrições pelo site: encontrodebubalinocultores.com.br

Programação:

Dia 23: coquetel de recepção e apresentação de atração local. Na oportunidade, lançamento do livro “Mozzarella de Búfala”, no Ocean Palace do escritor e criador de búfalos Ângelo Citro, com 30 anos de experiência no Brasil.

Dia 24:

Dia da carne – 9h às 13h – 4 palestras de 40 minutos e mesa de discussão por 1 hora. Tarde livre.

Veja Também

WHEY PROTEIN
Mitos sobre um dos suplementos mais consumidos no País
FESTIVAL DE RUA
Natal recebe a 3ª edição do The Beatles Fest

✓ Ricardo Pessoa (UFRPE) – Qualidade da carne bubalina

✓ Nestore (BUBRAS) – Mercado da carne bubalina no Brasil

✓ Armando Cadoppi (ARG) – Mercado de exportação para carne de búfalos e seus derivados

✓ André Jorge (UNESP) – Exigências nutricionais de bubalinos em condições tropicais

Dia 25:

Dia do leite – 9h as 13h – 4 palestras de 40 minutos e mesa de discussão por 1 hora. Tarde livre.

✓ Adriano Rangel (UFRN) – Qualidade do leite bubalino

✓ João Rosseto (Agrodinâmica) – Custos de produção de leite bubalino a pasto

✓ Rodrigo Vasconcelos (Bufalus Agropecuaria Ltda) – Bubalinocultura leiteira como opção econômica para a Zona da Mata Sul de PE

✓ Otávio Bernardes (Fazenda Paineiras da Ingaí) – Novas alternativas para o mercado do leite bubalino

Dia 26:

Búfalo Tour – 9h as 16h

✓ Visita à Fazenda Tapuio para conhecimento dos sistemas de pastejo rotacionado de sequeiro, incluindo os sistemas de cria e ordenha em carrossel sem ocitocina e sem bezerro

✓ Utilização das culturas da Palma e Pornunça em sistema de pastejo direto

✓ Happy hour com degustação de queijos e búfalo inteiro no rolete

✓ Entrega dos prêmios Mérito Criador, Mérito Empresa e Mérito Científico

Foram premiadas as mais produtivas vacas das categorias adulta e jovem para dois produtores de Carlos Barbosa.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER