Pelo menos 18 estabelecimentos já receberam o sinal verde para exportação.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Fonte: IntradeBlog - Intradebook

Mesmo liberados desde maio, só agora foi acordado o certificado pela autoridade competente mexicana, com o Ministério da Agricultura brasileiro para que os laticínios possam começar a exportação dos produtos lácteos para aquele país.

São pelo menos 18 estabelecimentos que já já receberam o sinal verde para exportar ao México. A lista de produtos lácteos autorizada a entrar no mercado é longa e inclui itens como leite em pó, leite UHT, soro de leite, creme de leite, iogurte, manteiga e queijos. Entre as empresas habilitadas estão da Tirolez, Lactalis, Vigor, Polenghi, Schreiber Foods, Cosulati, Nutrifont, Dália e Nova Mix.

A notícia foi comemorada pela Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Abraleite). “O México é um grande mercado consumidor e a autorização para exportação é um passo importante, sob a perspectiva de que o Brasil pode ter um destino regular desses produtos”, disse o presidente da entidade, Geraldo Borges.

O México está entre os 10 principais parceiros comerciais brasileiros. No ano de 2020 foram exportados para o México US$ 3,8 bilhões. Entre os produtos do agronegócio, entre os mais exportados, estão soja, milho, café e madeira.

Na manhã da última sexta-feira (14/01), aconteceu o lançamento oficial do programa Pró-leite da Cooperativa Languiru.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER