Os preços do milho passaram a cair no mercado spot da maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea. Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão vem da proximidade da colheita da segunda safra 2020/21.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Os preços do milho passaram a cair no mercado spot da maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea. Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão vem da proximidade da colheita da segunda safra 2020/21. Agora, compradores estão adiando as negociações de grandes lotes, na perspectiva de melhores oportunidades com o avanço da colheita. Vendedores, por sua vez, estão receosos em ofertar volumes elevados, visto que os estoques estão baixos e muitos ainda estão incertos quanto à produtividade das lavouras. Dados divulgados na semana passada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) confirmam queda de 6,8% na produção de milho segunda safra 2020/21 frente à temporada passada, agora estimada em 69,9 milhões de toneladas.

No total, 57 prêmios vieram para o Brasil; produção do queijo mineiro já é reconhecido como patrimônio cultural imaterial.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER