Os valores do milho caíram nos últimos dias na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea, pressionados pelo maior interesse de vendedores em negociar o cereal.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Os valores do milho caíram nos últimos dias na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea, pressionados pelo maior interesse de vendedores em negociar o cereal. Produtores estão mais ativos no mercado spot, tendo em vista a proximidade da colheita da segunda safra, a expectativa de melhora nas condições das lavouras e as recentes desvalorizações internacionais. Já do lado comprador, segundo pesquisadores do Cepea, verifica-se que muitos priorizam o consumo dos estoques no curto prazo, à espera de novas quedas nos preços após o avanço da colheita. Neste ambiente, entre 21 e 28 de maio, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (região de Campinas, SP) caiu 2,6%, fechando a R$ 99,24/saca na sexta-feira, 28.

Valorização está relacionada ao forte aumento do custo de produção por conta da forte estiagem sofrida no Brasil.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER