Nesta segunda-feira (02) a Bolsa de Chicago (CBOT) ficou sem operações devido ao feriado americano do Dia do Trabalho.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
????????????????????????????????????

 

Nesta segunda-feira (02) a Bolsa de Chicago (CBOT) ficou sem operações devido ao feriado americano do Dia do Trabalho. Nessa esteira, o mercado físico brasileiro registrou cotações permanecendo sem movimentações, em sua maioria. Em levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, não foram percebidas desvalorizações em nenhum local.

Já as valorizações foram percebidas apenas nas praças de Jataí/GO (1,85% e preço de R$ 27,50) e Tangará da Serra/MT (1,96% e preço de R$ 26,00).

Segundo a XP Investimentos, o mercado físico de milho inicia a semana travado. Nos últimos dias, tanto compradores quanto vendedores estão fora do mercado, apenas testando as cotações.

“Enquanto produtores seguram suas cargas exigindo preços maiores com base no bom volume exportado e na alta da taxa de câmbio, granjas e industrias permanecem estocadas e vão recebendo as cargas programadas no início da temporada (amenizando uma possível alta)”, dizem os analistas.

A Radar Investimentos ainda indica que “o mercado físico do milho esteve menos ofertado nos últimos dias. O comprador esteve mais na defensiva, enquanto o produtor também se retraiu com a escalada recente do dólar”.

Ainda nesta segunda-feira, o Cepea divulgou nota afirmando que “os preços do milho subiram nos últimos dias na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea, impulsionados pela maior demanda interna, pelo dólar elevado, pelo ritmo intenso das exportações e também pela retração vendedora. As maiores altas foram observadas nas praças consumidoras, como São Paulo e Santa Catarina”.

As exportações brasileiras de milho em agosto também tiveram seu s números atualizados hoje. O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços divulgou, por meio da Secretaria de Comércio Exterior que as exportações de milho em grão atingiram a média de 347,9 mil toneladas por dia útil até o final da semana que acabou em 30 de agosto. No mesmo período do ano anterior, a média diária foi 122,8 mil toneladas. No total do mês foram exportadas 7.653,2 (mil de toneladas).

A cadeia láctea tem sua dinâmica moldada por vários aspectos, os quais refletem diretamente no preço do leite pago aos produtores.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER