Produtores também contarão com plataforma online para o cálculo personalizado de sua produção
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Depois de uma longa discussão que durou meses, Minas Gerais finalmente criou seu Conseleite – Conselho Paritário entre Produtores de Leite e Indústrias de Laticínios – em dezembro de 2018 e hoje divulga o primeiro valor de referência para o leite no estado. O lançamento será na sede da FAEMG, em BH.

O preço será atualizado mensalmente, e servirá de base para o mercado, facilitando as negociações entre produtores e indústrias e possibilitando maior planejamento. O objetivo é manter a transparência na formação de preços do mercado. A partir da análise de dados fornecidos por produtores e indústrias, um complexo sistema de cálculo aponta preços de referência a serem pagos ao produtor. O presidente da Comissão Estadual de Pecuária de Leite da FAEMG, Eduardo Pena, explica que esse valor servirá de base para o mercado, mas o preço real alcançado por produtor depende ainda de outros aspectos, como a distância e a qualidade da estrada de acesso à propriedade rural, o tipo de ordenha, sua fidelidade junto ao laticínio e outros adicionais.

Também será lançada a plataforma online do Conseleite, onde produtores poderão personalizar o cálculo, a partir de suas informações produtivas.

Em entrevista ao Jornal O Presente Rural, o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Abraleite), Geraldo Borges, destacou que a retração do mercado no último trimestre do ano passado simultaneamente a alta no custo da produção praticamente inviabilizaram a atividade para milhares de produtores no país.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER