A Fonterra anunciou a faixa de preço para a temporada 2021/22 entre NZ$ 7,25-NZ$ 8,75/kgMS, e projetou o pagamento inicial no ponto médio, NZ$ 8/kgMS, [R$ 2,35/litro].  
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Preços/NZ – A Fonterra anunciou a faixa de preço para a temporada 2021/22 entre NZ$ 7,25-NZ$ 8,75/kgMS, e projetou o pagamento inicial no ponto médio, NZ$ 8/kgMS, [R$ 2,35/litro].

Também reduziu a previsão para 2020/21, reduzindo o ponto médio em 5 centavos para NZ$ 7,55/kgMS, [R$ 2,34/litro], e mostrou um relatório em que apresenta um forte desempenho nos nove meses encerrados em 30 de abril de 2021.

No entanto, lembrou que haverá pressão significativa sobre os lucros no último trimestre do ano devido ao perfil sazonal do segmento combinado com margens estreitas. O diretor executivo, Miles Hurrell, disse que a melhora econômica mundial e a forte demanda por lácteos diante de uma oferta relativamente apertada, faz prever o pagamento no ponto médio, NZ$ 8/kgMS, no início da nova temporada. “Neste ponto médio a cooperativa estará injetando NZ$ 12 bilhões na economia da Nova Zelândia na próxima estação”, disse Hurrell.

“A demanda global por lácteos, especialmente dos lácteos neozelandeses, continua crescendo. Com a forte recuperação econômica, a China lidera as importações. Ameaçadas pelo Covid-19, as pessoas buscam os benefícios do leite para a saúde e os clientes procuram garantir o fornecimento de produtos e ingredientes lácteos procedentes da Nova Zelândia. O crescimento da oferta global parece estagnada, com a disponibilidade limitada do leite em pó integral. Dentro dessa dinâmica da oferta e da procura, e mantendo as taxas de câmbio atuais na relação dólar kiwi/dólar norte-americano, os preços do leite em pó integral deverá se manter nos atuais patamares em um futuro próximo”.

Hurrell disse que há uma série de riscos para os negócios da cooperativa nos próximos 18 meses e por isso está havendo uma variação tão grande nas previsões.

Entre os riscos estão a pandemia; o impacto da redução das ajudas governamentais para estímulos econômicos; volatilidade cambial; mudanças nos padrões de oferta e demanda alteradas por preços elevados; e impactos potenciais de questões geopolíticas em todo o mundo.

Vendida a maior parte do leite da temporada 2020/21, a Fonterra pode reduzir com segurança a faixa de preços de NZ$ 7,30-NZ$ 7,90/kgMS para NZ$ 7,45-NZ$ 7,65/kgMS.

Hurrell disse que pagando ao produtor no ponto médio de NZ$ 7,55/kgMS será o segundo ano consecutivo com os preços acima de NZ$ 7/kgMS.

“Desde março, de alguma forma os preços parecem acomodados, dando sustentação para reduzir em 5 centavos o ponto médio”, disse ele.

“No excepcional evento de março em que os preços subiram 15% e que contribuiu para que elevássemos a faixa de preços, o leite em pó integral foi negociado à média de US$ 4.350/tonelada. Nos últimos três eventos, no entanto, a média de preços foi reduzida para US$ 4.100/tonelada. E os preços da manteiga no GDT caíram de US$ 6.000/tonelada para menos de US$ 5.000/tonelada, pela primeira vez, desde janeiro”.

O lucro líquido da cooperativa subiu 61% para NZ$ 587 milhões nos nove meses encerrados em 30 de abril.

Isto foi o reflexo da melhoria do desempenho comercial da Fonterra e do balanço patrimonial mais forte.

Acesse aqui a matéria na íntegra

No total, 57 prêmios vieram para o Brasil; produção do queijo mineiro já é reconhecido como patrimônio cultural imaterial.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER